F1: Mercedes pretende apresentar atualizações já na Áustria

Luke Smith
motorsport.com

Após o lançamento do W11 em fevereiro, a Mercedes fez uma pré-temporada impressionante antes de chegar na Austrália como favorita à vitória antes da corrida ser cancelada. E, visando manter sua superioridade no grid, a equipe já planeja apresentar atualizações na nova abertura da temporada 2020 da Fórmula 1, na Áustria.

No momento, as equipes estão reiniciando sua movimentação e se preparam para a prova na Áustria, após uma paralisação de mais de três meses causada pela pandemia da Covid-19.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

F1: Prefeito de Florença afirma que GP em Mugello é "praticamente certo"F1: Haas não vai atualizar carro até ter visão geral do orçamento de 2020ANÁLISE: Por que a McLaren se juntou à Williams na busca por novos donos

Mas, com as equipes já a todo vapor para dar conta da maratona de oito GPs em dez semanas, a atenção da Mercedes se voltou a acrescentar novos desenvolvimentos no carro, na esperança de conquistar seu sétimo mundial consecutivo.

O diretor técnico da Mercedes, James Allison, disse que enquanto a equipe estava fechada seguindo as normas da FIA, foi possível estudar diversos desenvolvimentos para o W11. A equipe tem agora como objetivo trazer essas atualizações para a Áustria.

"Se você pensar no carro do lançamento e no carro que foi para a Austrália, ele foi congelado lá pelo natal", disse Allison em um vídeo publicado nas redes sociais da Petronas. Tivemos janeiro, fevereiro e março para tornar o carro mais rápido no túnel de vendo e no departamento de design".

"Nós temos várias ideias para tornar o carro ainda mais rápido, e várias dessas ideias já estavam em desenvolvimento quando tivemos que fechar, há nove semanas. O nosso desafio agora é garantir que seja possível tornar todo esse período de desenvolvimento realidade o mais rápido possível".

"Esperamos ter uma parte disso na primeira corrida, na Áustria, e na temporada que se segue, vamos tentar levar o resto desses desenvolvimentos, o mais rápido possível".

A Ferrari deve trazer um motor e caixa de câmbio atualizadas para a Áustria, mas equipes menores, como a Haas, vão suspender atualizações até que o calendário e o orçamento do ano sejam finalizados.

Allison disse que, apesar de achar inicialmente a pausa poderia afetar os rendimentos de Hamilton e Bottas, o teste feito em Silverstone mostrou que ambos estão mais do que prontos para a nova temporada.

"Acho que mentalmente é mais difícil para os pilotos do que para as equipes, esse tempo de espera".

"Para os pilotos, esses picos de emoção são amplificados, as altas são mais altas, e os baixos são mais baixos. Para você se preparar para o início da temporada, e depois ver tudo indo embora como foi em Melbourne, eu acredito que seja difícil para os pilotos".

"Será um sinal de suas resiliências e competitividades vê-los de volta ao trabalho com todo o vigor necessário para acertar desde o começo. Não tenho dúvidas que Lewis e Valtteri estarão prontos quando tudo começar na Áustria".

VÍDEO: Novo regulamento da Fórmula 1: salvação ou retrocesso?

PODCAST: O que a F1 deveria aprender com as demais categorias para melhorar?

Your browser does not support the audio element.

Leia também