F1: McLaren defende importância de pacote de atualizações apesar de crítica de Sainz

Jonathan Noble
·3 minuto de leitura

Após Carlos Sainz testar e criticar as atualizações aerodinâmicas no GP de Eifel da Fórmula 1, duvidando que as novidades representam um passo adiante já que sofreu para encontrar um bom acerto, a McLaren defendeu a importância do pacote, dizendo que é exatamente o que o carro precisa para lutar contra seus principais rivais.

Falando após a corrida, depois de ficar bem distante da luta pelo terceiro lugar no pódio em Nurburgring, Sainz disse: "Com o carro que tinha hoje, não tive como lutar pelo pódio. Talvez teria condições com o carro de duas semanas atrás".

Leia também:

FIA afirma que caso de Stroll não expõe falhas em protocolos de Covid-19 na F1 Stroll testou positivo para Covid-19 após GP de Eifel mas já está recuperado para correr em Portugal F1: Leclerc revela ‘pegadinha’ de ex-chefe antes de ser confirmado como piloto da Ferrari

Porém, apesar de Sainz não sentir que as atualizações representavam um passo adiante, o chefe da McLaren, Andreas Seidl, disse que a equipe não tem dúvidas sobre o potencial das novas partes.

Seidl acredita que a chave é encontrar o ajuste ideal, porque aí sim os pilotos poderão usar todo o potencial que foi visto no túnel de vento.

"No final, acreditamos firmemente nesse novo conceito de bico. É obviamente uma mudança significativa em termos de conceito aerodinâmico e, portanto, ficou claro para nós que precisamos de tempo para explorar todo o seu potencial".

"Eu acredito que, com tudo que vimos até aqui, precisamos simplesmente de mais tempo para encontrar o ajuste correto para o carro".

"Vimos elementos que aumentaram o potencial com esse pacote. Mas, no geral, não demos um passo adiante em termos de performance na curva. E precisamos trabalhar nisso para melhorar em Portimão".

A McLaren está em uma dura luta pelo terceiro lugar no Mundial de Construtores com a Racing Point e a Renault. As três equipes estão separadas por apenas seis pontos com seis provas para o fim do ano.

Há algum tempo, Seidl acredita que a Racing Point tem o carro mais rápido da temporada, mas agora defende que a Renault deu um passo adiante.

"Se você olhar as últimas corridas, acho que a Renault está definitivamente um décimo ou dois a frente, eles evoluíram com o carro. Ainda não fizemos isso. Então eu diria que é importante avançarmos agora para manter essa luta viva".

Na prévia oficial da equipe antes do GP de Portugal, em Portimão, Seidl deixou claro que o bico seguirá sendo usado nesta e nas próximas semanas.

"Nossa atenção desde a Alemanha está voltada a analisar e entender os dados compilados em Nurburgring para chegar às conclusões corretas e encontrar a melhor maneira de seguir adiante".

"Baseando-se nesta análise, seguiremos com nosso novo conceito aerodinâmico do bico em combinação com uma configuração competitiva do carro. Seguiremos trazendo novas atualizações para o carro para testá-las na sexta e analisaremos esse conceito mais completo".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Neste fim de semana, a F1 visita Portimão, para o GP de Portugal. E uma equipe que vem se destacando na temporada 2020 é a Renault, que vem mostrando muita consistência, com Daniel Ricciardo entre os seis primeiros nas últimas quatro provas. Pode ser uma boa aposta para o fim de semana hein? Quer saber mais? Confira o ThePlayer.com e não perca nada!

Prêmios no Motorsport.com? Dê o primeiro passo com cadastro gratuito no ThePlayer.com; saiba mais

Podcast – O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

Your browser does not support the audio element.