F1: Liberty teria pedido prioridade de negociação à Globo para transmissão em 2021, diz site

·3 minuto de leitura

Após um breve momento em que tudo indicava que o panorama da Fórmula 1 no Brasil mudaria consideravelmente, com nova sede para o GP e uma diferente casa para as transmissões, as peças parece começarem a se encaixar novamente dentro do tradicional. Depois do anúncio da manutenção da etapa em Interlagos, a Globo pode seguir sendo a responsável pela cobertura no país.

Segundo publicado pelo UOL, a Liberty Media, dona da categoria, determinou que a Rio Motorsports, nova detentora dos direitos de transmissão da F1 para o Brasil, dê prioridade às negociações com a Globo para a cobertura de 2021.

Leia também:

Wolff revela conselhos de Prost para evitar rivalidades como a de Senna na Mercedes Button diz que Hamilton precisa de companheiro que o desafie e nomeia candidato ideal Pressionado, Albon quer seguir lutando para ficar na Red Bull: "Não aceitaria voltar à AlphaTauri"

No final de agosto, o Grupo Globo confirmou que não renovaria o contrato de transmissões com a F1, em uma negociação conturbada. A emissora carioca havia oferecido 20 milhões de dólares pelo novo acordo, mas a Liberty queria 22 milhões por ano. Com isso, chegaria ao fim um relacionamento de quase 40 anos entre o canal e a categoria, que segue sendo uma das mais acompanhadas pelo fã de esporte brasileiro.

Cerca de um mês depois, a Rio Motorsports confirmou que havia adquirido os direitos de transmissão da F1, com um plano abrangente que inclui transmissões em TV aberta e fechada, além de streaming, com a chegada da F1TV Pro ao Brasil já em 2021, em um acordo de cinco anos.

A ordem da Liberty Media teria sido dada na semana passada, em um movimento que incluiu também a manutenção do GP do Brasil em Interlagos para 2021. A empresa teria optado por manter um modelo que vem funcionando para o país por mais alguns anos, devido ao forte impacto financeiro que sofreu com a pandemia.

Apesar de um relacionamento conturbado com a Globo desde que assumiu a categoria, a emissora é um componente importante para a audiência global do esporte. O Brasil tem os maiores números da F1, representando quase um quarto dos telespectadores em 2019. Apesar de não ser tão rentável quanto o mercado europeu, os números brasileiros ajudam o portfólio da Liberty.

Ainda segundo a reportagem, a empresa não gostou ao descobrir que a TV Cultura, que parecia ser a favorita para assumir as transmissões de 2021, não tem um grande alcance no país.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton despista sobre Rosberg, analisa Bottas e ‘esquece’ Alonso; assista e entenda

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

Your browser does not support the audio element.