F1: Leclerc afirma que "esperava mais", mas admite erro em Ímola

Giacomo Rauli
·2 minuto de leitura

Após progresso encorajador nas duas últimas corridas, a Ferrari sofreu em Ímola, casa do GP da Emilia Romagna. Na classificação para a última etapa italiana da temporada 2020 da Fórmula 1, Charles Leclerc foi o melhor piloto da escuderia, classificando-se em sétimo.

Com apenas uma sessão de treinos livres e qualificação algumas horas depois, a Ferrari sofreu muito para encontrar um bom ajuste de configuração que pudesse ajudar seus pilotos a melhorarem o desempenho de volta rápida.

O editor recomenda:

Wolff procura substituto para cargo como chefe da Mercedes na F1 F1: Ministro da Mongólia repudia comentários "racistas" de Verstappen F1: Pérez ficaria surpreso se recebesse ordem para ser número dois na Red Bull

"Infelizmente não melhoramos muito nos treinos livres", admitiu Leclerc. “Fizemos alterações no equilíbrio, mas o desempenho foi o mesmo. Vamos começar com os (pneus) macios com os quais fizemos 2 voltas voadoras e não vai ser ótimo, mas a corrida é amanhã e darei tudo”.

"Certamente será importante fazer com que os macios funcionem bem no primeiro stint. Hoje estejamos mais perto do desempenho de Nurburgring do que do de Portimão com os macios. Será importante fazer este pneu durar”, ponderou.

Mea culpa de Leclerc

O monegasco admitiu que esperava mais do SF1000 após melhorias feitas nas últimas corridas, mas também que é difícil melhorar devido aos regulamentos atuais. Houve também um mea culpa pela última volta, a decisiva que o levou a se classificar na sétima posição.

“Esperava mais aqui. Ficamos felizes porque vimos progresso em duas corridas, mas mantivemos os pés no chão e sabemos que há trabalho a fazer. É difícil melhorar. Estamos na sétima posição e estamos todos perto. Também acho que poderia ter feito uma volta melhor. Portanto, isso também é parcialmente minha culpa. Trabalhamos para fazer um trabalho melhor na corrida”, completou.

Vettel lamenta

Companheiro de Leclerc e de saída da Ferrari rumo à Aston Martin após a temporada 2020, o alemão Sebastian Vettel voltou a decepcionar, foi eliminado no Q2 novamente e falou sobre o carro.

“Não pareceu tão ruim assim. Acho que tive uma sessão razoável, mas não estamos felizes com a posição de largada. É o carro que tenho e acho que hoje foi melhor do que em outras sessões em termos de sensações. Só que, em termos de resultados, foi parecido”, lamentou.