F1 homenageia heptas Hamilton e Schumacher em vídeo emocionante; veja

Redação Motorsport.com
·3 minuto de leitura

Neste domingo, o britânico Lewis Hamilton venceu o GP da Turquia com a Mercedes e se consagrou heptacampeão da Fórmula 1, igualando o recorde histórico do alemão Michael Schumacher.

Mais uma vitória em uma temporada dominante, mas Hamilton precisou se superar para conseguir o triunfo, já que largou da sexta posição e não tinha o melhor carro para as condições de pista molhada no Istanbul Park.

O editor recomenda:

Wolff: Hamilton consolidou posição entre os maiores da história do esporte Emocionado, Hamilton celebra hepta: "Isso vai muito além dos meus sonhos" Bottas explica "desastre" no GP e promete luta contra Hamilton pelo título em 2021: “Vou tentar batê-lo”

De todo modo, o britânico fez jus às suas estatísticas e teve atuação impecável para superar a concorrência e comemorar seu sétimo título do lugar mais alto do pódio. Com isso, Hamilton igualou o número de títulos de seu antecessor na Mercedes.

Até pouco tempo atrás, a marca 'registrada' por Schumacher em 2004 era considerada inalcançável. Entretanto, Hamilton novamente provou que está entre as lendas da categoria e 'empatou' com o alemão.

Por isso, a F1 resolveu homenagear seus dois maiores campeões em um vídeo emocionante e especial. Nele, Schumi e Hamilton dão declarações similares sobre suas conquistas, conforme transcreve o Motorsport.com mais abaixo. Confira:

HAMILTON:

"Enquanto criança, tudo que eu queria era ser campeão mundial. Todos eles (títulos) foram 'únicos'. É difícil realmente encontrar as palavras... Eu chorei, meu coração ficou muito tenso. Estar de frente para vocês por sabe Deus quantas vezes. Subo aqui (pódio), mas isso nunca fica 'velho'. Acordei muito relaxado, porque não sabia se aconteceria ou não hoje (conquista do título). Sinto como se ainda pilotasse como se tivesse aquele fogo feroz que eu tinha quando estava com oito anos de idade. Quando cruzei a linha de chegada, acho que realmente 'me toquei'."

SCHUMACHER:

"Vencer um campeonato é sempre diferente. Sabe, provavelmente não sou um piloto ruim, mas não sou muito bom com palavras... Você realmente não consegue botar para fora... Eu tenho isso (sentimento) aqui e não consigo expressar. Nunca houve o momento em que você se acostuma a algo. Eu não sentia nenhum tipo de pressão antes da corrida porque honestamente eu não acreditava que iria acontecer 'já'. Há fogo o suficiente em mim, o que continua me fazendo ir adiante. Não me sinto como me senti (quando ganhei o campeonato) pela sexta ou pela quinta vez."

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton despista sobre Rosberg, analisa Bottas e ‘esquece’ Alonso; assista e entenda

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

Your browser does not support the audio element.

.