F1: Hamilton, Wolff e Horner falam sobre inclusão da Arábia Saudita no calendário

Luke Smith
·3 minuto de leitura

Uma série de figuras proeminentes da Fórmula 1 esperam que o novo GP da Arábia Saudita possa ter um impacto positivo em meio às críticas da Anistia Internacional sobre a corrida.

A F1 anunciou nesta quinta-feira que o GP da Arábia Saudita entraria no calendário de 2021 como parte de uma parceria de longo prazo com o país.

Leia também:

F1 confirma inclusão do GP da Arábia Saudita no circuito de rua de Jeddah a partir de 2021 F1: Anistia alerta que Arábia Saudita mira GP como cortina de fumaça para esconder crimes contra direitos humanos

Uma corrida noturna de rua será realizada em Jeddah no próximo ano, antes de uma mudança planejada para um circuito recém-construído em Qiddiya em 2023.

Mas o anúncio atraiu críticas da Anistia Internacional, que disse que organizar o GP “seria parte dos esforços em curso para lavar desportivamente o péssimo recorde de direitos humanos do país”.

A F1 seria a última grande categoria esportiva a realizar um evento na Arábia Saudita nos últimos anos, seguida da Fórmula E, futebol, boxe e tênis.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que “o esporte deve se unir” e “ajudar a nos levar a um lugar melhor”.

“Vimos que estávamos competindo globalmente, houve uma discussão positiva em torno da F1”, disse Wolff.

“Estive em Riade para a Fórmula E, acho que foi há um ano, e fiquei impressionado com a mudança que vi. Como visitante, você nunca sabe como as coisas estão indo. Mas o que vi pessoalmente, é o único comentário que posso fazer, porque foi um grande evento sem segregação, mulheres e homens no mesmo lugar, curtindo o evento esportivo.”

“Precisamos começar de algum lugar. E o que vi é que tudo começou em algum lugar, e acredito que devemos fazer tudo o que pudermos para tornar o mundo um lugar melhor.”

Questionado sobre sua opinião sobre a corrida na Arábia Saudita, Lewis Hamilton disse que não "sabia o suficiente sobre a questão dos direitos humanos que está acontecendo na Arábia Saudita".

“Tenho alguns amigos que vão lá e me dizem que é um lugar deslumbrante, mas acho importante que eu, antes de comentar, saiba exatamente qual é o problema”, disse Hamilton.

“Nelson Mandela disse há muitos anos que o esporte tem o poder de mudar o mundo para melhor. E acho que já vimos as mudanças positivas com as quais nós, como esporte, nos comprometemos e começamos a empurrar na direção de apoiar os direitos humanos e a igualdade e inclusão.”

“O fato atual é que vamos a todos esses países e, embora seja um grande evento, não deixamos um efeito positivo duradouro nesses lugares.”

“A questão é: podemos? Podemos contribuir para chamar a atenção para certos problemas e incentivá-los a mudar?”

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que as equipes não podem ditar onde a F1 decidirá realizar suas corridas, mas confia que qualquer decisão tomada pela F1 nas nações anfitriãs foi feita com todas as considerações em mente.

“Quando nos inscrevemos para um campeonato mundial, não ditamos para onde vai o calendário, mas nos inscrevemos para correr em todas as corridas”, disse Horner.

“Confiamos que o detentor dos direitos comerciais e o órgão dirigente farão as pesquisas necessárias e tomarão as decisões corretas para os interesses do esporte.”

“Não somos uma organização política. O esporte nunca deve ser visto como político.”

“Portanto, confiamos neles para tomar essas decisões, as decisões certas, e onde quer que eles escolham ter corridas ao se inscreverem para esse campeonato, estaremos participando e faremos o nosso melhor para ter o melhor desempenho possível nessas corridas”.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Incomodado, Hamilton fala tudo o que pensa sobre Bottas

PODCAST: Hamilton blefa ou fala a verdade ao ameaçar deixar a F1?

Your browser does not support the audio element.