F1: Hamilton confirma favoritismo e crava a pole do GP do Bahrein

Carlos Costa
·1 minuto de leitura

Recém-consagrado heptacampeão mundial da Fórmula 1, Lewis Hamilton voltou a brilhar em Sakhir após liderar os dois primeiros treinos livres para o GP do Bahrein e cravou a pole position para a corrida barenita deste domingo com 1min27s264, novo recorde da pista.

O treino

No Q1, a primeira parte do treino de classificação, Hamilton foi o mais rápido e registrou a marca de 1min28s343, mais de três décimos à frente do canadense Lance Stroll, da Racing Point. O anglo-tailandês Alexander Albon fechou o top-3 com a Red Bull.

Os eliminados foram o italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, seu companheiro finlandês Kimi Raikkonen, o dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, seu 'parceiro' francês Romain Grosjean, e o canadense Nicholas Latifi, da Williams.

Q2

Logo no começo da segunda parte da qualificação, o espanhol Carlos Sainz rodou no fim da reta de Sakhir em função do travamento das rodas traseiras de sua McLaren. O futuro piloto da Ferrari teve que abandonar e o treino foi interrompido para o 'resgate' do carro.

Na sequência, Hamilton manteve a superioridade e avançou ao Q3 na ponta com o tempo de 1min27s586, mais de quatro décimos à frente de Verstappen. Já Bottas completou o top-3 do Q2. Todos largam de pneus médios.

Os eliminados foram o alemão Sebastian Vettel, que sairá da Ferrari no fim do ano, seu companheiro monegasco Charles Leclerc, Stroll, o britânico George Russell, da Williams, e o próprio Sainz.