F1: Gasly é cotado na vaga de Ocon ao lado de Alonso na Renault

Sergio Lillo
·3 minuto de leitura

O mercado de pilotos da Fórmula 1 para 2021 segue indefinido e há algumas vagas que podem mudar de dono. É o caso do assento do companheiro do espanhol Fernando Alonso na Renault: o francês Esteban Ocon tem contrato com a montadora, mas o compatriota Pierre Gasly pode pintar no time que se chamará Alpine a partir da próxima temporada da categoria máxima do automobilismo.

Na F1, nada é garantido. Não à toa, os novos donos da Williams estariam revisando as cláusulas dos vínculos com o britânico George Russell e com o canadense Nicholas Latifi para, quem sabe, abrir uma vaga para o mexicano Sergio Pérez, que tinha contrato com a Racing Point. Neste sentido, Russell é o mais ameaçado, já que os novos proprietários do time gostariam de manter os investimentos de Latifi.

O editor recomenda:

Saia justa na F1: Verstappen explica por que deixou de seguir Red Bull e Honda nas redes Marko volta a falar de Hulk e Pérez e 'coloca' Tsunoda na AlphaTauri ANÁLISE: Entenda como está o mercado de pilotos da F1 para 2021

Na Renault, as coisas também podem mudar. Ocon tem contrato com a equipe até o fim de 2021, mas o jornal suíço Blick informa que Gasly estaria cavando uma vaga na montadora francesa.

O atual piloto da AlphaTauri disputa sua quarta temporada na categoria e venceu o GP da Itália neste ano. Além disso, o rendimento em 2020 excede as expectativas e faz com que a má fase que levou ao rebaixamento da Red Bull em 2019 fique em segundo plano.

De todo modo, a direção do time de energéticos não se impressiona com o desempenho de Gasly e afirma que não há planos de recolocá-lo no time principal, no qual o substituto do francês, Alex Albon, vai mal. O tailandês está pressionado e pode perder a vaga em 2021.

O consultor de automobilismo da Red Bull, Helmut Marko, afirmou: "Neste momento, não estudamos a promoção de Pierre. Gasly é um dos nossos na Red Bull, agora está na AlphaTauri e ali faz um grande trabalho, mas precisamos que esse time tenha um líder."

Não à toa, Marko já colocou alguns 'forasteiros' como candidatos à vaga que ainda é de Albon: o alemão Nico Hulkenberg e o próprio Pérez: “Se Albon continuar a se desenvolver e melhorar, então ele é candidato a um dos nossos carros em 2021. Nas curvas rápidas, Albon está no nível de Max [Verstappen, holandês que tem contrato com a Red Bull até o fim de 2023]. Mas ele tem uma, duas curvas em que perde um tempo desproporcional”.

“Se Albon não atingir nossas expectativas, teremos de olhar para fora de nosso programa. Somos fortes, podemos 'sair de nossas sombras' e aí há dois candidatos conhecidos: [Sergio] Pérez e [Nico] Hulkenberg", disse Marko à Sky Sports da Alemanha.

De todo modo, a situação de Ocon é delicada, já que o piloto já teve de atuar como reserva da Mercedes em 2019 por não conseguir uma vaga no grid daquela época. O alento é que o flerte entre Gasly e Renault não deve ir adiante até 2022, como apurou o Motorsport.com.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

CEO da F1 cita outros esportes e diz que categoria não pode usar “camisa de força” contra mudanças

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

Your browser does not support the audio element.

.