F1: Chefe da McLaren diz que Sainz está mostrando por que Ferrari o escolheu para 2021

Adam Cooper
·2 minuto de leitura

estava tão ansiosa para contratá-lo para 2021.

Seidl também elogiou o espanhol pela forma como lidou com o período de transição que poderia ser constrangedor, já que corre pela McLaren enquanto se comprometeu com outro lugar no futuro.

Leia também:

F1: Vettel se "vê refletido" em Leclerc após frustração do monegasco na Turquia Barrichello escolhe entre Hamilton e Schumacher e vê Alonso mais preparado que alemão em volta à F1 Todt fala sobre estado de saúde de Schumacher e revela que heptacampeão 'acompanha' filho Mick na Fórmula 2

Sainz atualmente está em sétimo lugar na classificação geral, depois de ficar em quinto no GP da Turquia, no último fim de semana.

“Uma corrida como [a Turquia] apenas confirmou a qualidade que Carlos tem,” disse Seidl. “Sabemos por corridas anteriores que ele gosta e tem um bom desempenho nessas condições complicadas e que tem talento para arriscar da maneira correta.

“Ele consegue manter o carro na pista ao mesmo tempo em que vai ultrapassando os adversários. Isso é um grande benefício.”

“Também [ajuda] se você tem um piloto que já trabalha há algum tempo com seu engenheiro, porque em condições como essas, você tem muita comunicação entre o piloto e a equipe.

“E aí você vê também a experiência que o Carlos tem, porque é importante ser breve no rádio, calmo mas também claro do que está acontecendo na pista, e isso nos faz tomar as decisões certas no momento certo. Ele é um ótimo piloto. Há uma razão pela qual a Ferrari foi atrás dele no próximo ano. ”

Sobre a contribuição de Sainz fora da pista, Seidl acrescentou: “Eu também gosto muito de como ele lida com a situação, totalmente comprometido, muito motivacional para toda a equipe.

"Portanto, estou realmente ansioso pelas últimas três corridas com ele em nossa equipe e, então, espero que possamos vencê-lo no próximo ano!"

Seidl também elogiou Lando Norris por sua recuperação na Turquia.

“Do lado de Lando, vendo o ritmo que ele conseguiu mostrar na corrida, foi obviamente decepcionante que ele tenha sido o último após a largada,” disse ele.

“Acho que ele sofreu um anti-stall na largada, porque era simplesmente muito difícil largar com o carro nessas condições de baixa aderência. Infelizmente, ele estava do lado ruim do grid.

“Isso confirmou novamente, também, a qualidade de Lando, especialmente nestas condições difíceis. E foi ótimo ver como ele se recuperou da última posição para P8.”

Ferrari SF1000

(Temporada 2020)

Ferrari SF1000
Ferrari SF1000

Motor: Ferrari

Combustível: Shell

Pneus: Pirelli

Pilotos:

16 - Charles Leclerc

5 - Sebastian Vettel

Veja como a sujeira do GP da Turquia revelou os 'segredos' aerodinâmicos dos carros da Fórmula 1

Podcast #076 – Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

Your browser does not support the audio element.