Fórmula 1: chefe da Mercedes assegura renovação com Lewis Hamilton

Aos 38 anos, Lewis Hamilton não trata 2023 como o último ano de carreira (Miguel Schincariol / AFP)


Chefe da Mercedes, o austríaco Toto Wolff garantiu que Lewis Hamilton segue nas pistas da fórmula 1 após a temporada de 2023. Apesar de não terem iniciado conversas sobre renovação - o contrato do inglês se encerra em dezembro deste ano -, os dois dão as negociações como certas e planejam estender o vínculo em um futuro próximo. Em entrevista ao podcast oficial da F1, o chefe do esportista deixou bem clara a intenção da construtora.

- Estamos absolutamente confiantes. Lewis faz parte da equipe, e a equipe faz parte de Lewis. Não há nenhuma razão para não continuarmos juntos. Certamente o contrato de Lewis é um dos tópicos que abordaremos durante o inverno, mas não há um prazo - disse Wolff.

+ Veja as movimentações do mercado de transferências no fim de semana

Lewis Hamilton é o segundo piloto mais velho do grid. Ele fica atrás apenas de Fernando Alonso, da Alpine, com 41 anos. No entanto, após perder duas vezes para o holandês Max Verstappen entre os corredores e ter visto a Red Bull Racing conquistar o primeiro lugar entre os construtores, o heptacampeão quer recuperar a liderança individual e coletiva, sem ter a idade como um obstáculo.

Em 2021, o corredor inglês perdeu para Verstappen na última volta do GP decisivo. No ano seguinte, com um carro menos veloz, quebrou marca que perdurou por 16 temporadas e não venceu nenhum Grande Prêmio, terminando em sexto lugar na classificação individual. Agora, Hamilton quer dar a volta por cima.

- Ele é um grande esportista mas também é extremamente motivado e determinado - finalizou Wolff, animado com as próximas temporadas da Mercedes na F1.

A nova temporada se inicia daqui a pouco menos de dois meses. O primeiro GP deste ano será disputado em Bahrein, no dia 5 de março de 2023, com a presença de Hamilton na equipe alemã.