Fórmula 1 apresenta calendário 2021 com recorde de 23 etapas

·2 minuto de leitura
O piloto holandês Max Verstappen durante os treinos para o GP da Emilia Romagna, em 31 de outubro de 2020 no circuito italiano de Imola
O piloto holandês Max Verstappen durante os treinos para o GP da Emilia Romagna, em 31 de outubro de 2020 no circuito italiano de Imola

A Fórmula 1 prevê um número recorde de 23 corridas entre 21 de março e 5 de dezembro de 2021, com uma estreia, a Arábia Saudita em 28 de novembro, apesar da pandemia de coronavírus, de acordo com o calendário provisório divulgado nesta terça-feira.

O Grande Prêmio do Brasil está mantido em Interlagos (São Paulo), sem a mudança para o Rio de Janeiro, onde os trabalhos de construção de um novo autódromo em Deodoro não começaram.

A prova do Vietnã, em dúvida após a detenção por corrupção do ex-prefeito de Hanói, não aparece no calendário. 

A data de 25 de abril, que inicialmente seria a do GP vietnamita, está mantida à espera de um circuito.

Após uma temporada de 2020 reduzida de 22 etapas (uma a mais que o atual recorde, 21) para 17, na Europa, Rússia, Turquia e Golfo Pérsico, a F1 pretende recuperar um calendário parecido ao que tinha antes da pandemia.

"Nossos anfitriões em 2021 estão tranquilos com a retomada das corridas em total segurança na temporada e estão convencidos dos procedimentos implementados para permitir um retorno a um certo nível de normalidade", afirmou a direção da F1 em um comunicado.

A Holanda, país do popular piloto da Red Bull Max Verstappen, recupera seu lugar no calendário um ano depois do planejado, em 5 de setembro no circuito de Zandvoort. O país não recebe a F1 desde 1985.

O GP da Arábia Saudita, 33º país a receber uma prova da categoria, será disputado nas ruas da cidade de Jidá, oeste do país.

O calendário ainda precisa ser aprovado pelo conselho mundial da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

- Calendário provisório da F1 para 2021:

21 março: Austrália (Melburne)

28 março: Bahrein (Sakhir) 

11 abril: China (Xangai) 

25 abril: a confirmar

9 maio: Espanha (Barcelona)* 

23 maio: Mônaco (Mônaco)

6 junho: Azerbaijão (Baku)

13 junho: Canadá (Montreal)

27 junho: França (Le Castellet) 

4 julho: Áustria (Spielberg) 

18 julho: Grã-Bretanha (Silverstone) 

1 agosto: Hungria (Budapeste) 

29 agosto: Bélgica (Spa-Francorchamps) 

5 setembro: Holanda (Zandvoort) 

12 setembro: Itália (Monza) 

26 setembro: Rússia (Sochi) 

3 outubro: Singapura (Marina Bay) 

10 outubro: Japão (Suzuka) 

24 outubro: Estados Unidos (Austin) 

31 outubro: México (México) 

14 novembro: Brasil (São Paulo)* 

28 novembro: Arábia Saudita (Jidá) 

5 dezembro: Abu Dhabi (Yas Marina)

* sob condição de contrato

pel/pm