Físico de Goretzka, da Alemanha, impressiona após transformação na pandemia

Titular da Alemanha contra Espanha e Costa Rica e considerado uma das peças-chave da seleção em busca de uma das vagas para as oitavas da Copa do Mundo, o meia Leon Goretzka também chama a atenção por causa de uma das maiores transformações físicas da história do futebol. Em alguns meses, quando o futebol foi interrompido em razão da pandemia da Covid-19, o meia do Bayern de Munique virou um dos jogadores mais fortes do futebol mundial.

Tabela de jogos: Veja datas, horários e estádios de todos os duelos da Copa do Mundo 2022

Análise: Geração belga briga e tem sua pior campanha em três edições do Mundial

A transformação já chamou a atenção dos torcedores em 2020, quando o meia voltou aos treinos do Bayern após o confinamento. Em entrevistas concedidas após o lockdown, Goretzka explicou que decidiu usar o tempo em casa para fortalecer fisicamente e, segundo ele, a transformação não teve nenhum segredo ou fórmula mágica, mas apenas uma atenção maior à nutrição e treinos de resistência (aumento gradual de peso na musculação).

— Para mim, o lockdown foi ao mesmo tempo uma crise e uma oportunidade. Uma crise porque você perde o futebol e o treinamento diário com o time, mas também uma chance de ganhar massa muscular, trabalhando em coordenação com o preparador físico — disse Goretzka em uma entrevista ao jornal alemão "Bild".

Naquela temporada, a transformação física de Goretzka ajudou o Bayern a levar o título da Liga dos Campeões, uma equipe que ficou conhecida exatamente pela imposição física sobre os oponentes, com destaque para a histórica vitória por 8 a 2 contra o Barcelona. Ele chegou ao Bayern em 2018, vindo do Schalke, já como um dos melhores jogadores jovens da Alemanha, e foi lentamente conquistando a titularidade no time alemão.

Na seleção, o meia começou a Copa na reserva em meio à indefinição do técnico Hansi Flick sobre a composição do meio-campo, mas após a derrota para o Japão na estreia, voltou à titularidade que manteve durante quase todo o ciclo.

— Em jogos e momentos decisivos, é importante estar preparado mentalmente e fisicamente. O peso me ajuda em desarmes, me deixa mais ágil e mais forte. Não apenas em duelos pelo chão, mas também em bolas aéreas — diz Goretzka.