Fã de Emicida, Gabigol revela qual artista ouviu no dia da final da Liberta e brinca sobre cantar rap


O atacante Gabriel Barbosa tem o hip hop como seu gênero musical favorito, e costuma compartilhar, em suas redes sociais, os sons que está ouvindo no momento. Jé Santiago, Jovem Dex e Matuê são alguns dos nomes da cena que o artilheiro do Flamengo curte, mas, em entrevista ao canal "Rap TV", o camisa 9 revelou que o gosto pelo rap começou com Emicida, por volta de seus 13 anos.

- O começo do rap para mim, com 13, 14 anos, eu ia para os jogos, fazia tudo ouvindo Emicida. Esse é o primeiro cara que me vem a cabeça. Fui para o Santos, ele é santista, e me entregou as placas de 100 e 200 jogos como profissional no Santos. Começou a criar uma relação mesmo de amigo - disse.

A passagem pelo Santos, clube que o revelou e pelo qual Emicida torce, também deu a oportunidade de Gabigol conhecer outro ídolo: Mano Brown. Membro do icônico grupo Racionais MC's, Brown também é torcedor santista.

Na entrevista ao "Rap TV", Gabigol contou que, neste contato com os artistas, é até "um pouco chato", pois tem muita curiosidade sobre o assunto e pergunta mesmo sobre o processo de criação das músicas. Assim, o camisa 9 do Flamengo se aproximou e hoje tem vários amigos no "mundo do hip hop".





FINAL DA LIBERTADORES E "APARIÇÃO" COMO RAPPER

Entre os artistas mais ouvidos por Gabigol está Matuê, rapper cearense e autor do hit 'Kenny G". Ao "Rap TV", o camisa 9 do Flamengo revelou que era este o artista que mais estava ouvindo na época da decisão da Copa Libertadores, em novembro de 2019, quando marcou os dois gols diante do River Plate (ARG).

Os dois também são próximos e, segundo Gabigol, já falaram sobre uma possível participação do camisa 9 em um rap. Apesar do tom de brincadeira, o atacante não descarta se arriscar no mundo musical com os amigos. no futuro.

- Eu já brinquei, falei para ele (Matuê) que "vamos fazer uma música juntos". Ele disse que vamos, que eu tenho o perfil (risos) - disse Gabigol, antes de seguir:

- Quem pesa muito é o Dfideliz. "Você tem que fazer uma música". Tem que sentar, conversar mais sobre isso, mas acho que daqui a um tempinho vai sair uma música. Só para ver o que sai - finalizou o atacante e ídolo rubro-negro.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também