Fábio Santos prevê grande jogo diante do Sports Boys e pede atenção

Atlético treina com portões fechados para jogo contra o Corinthians (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Em busca da primeira vitória na Libertadores, o Atlético-MG recebe os argentinos do Sports Boys na próxima quinta-feira, às 19h30, no Independência, pela segunda rodada. Apesar do mando de campo do Galo e da fragilidade do adversário, o lateral-esquerdo Fábio Santos prevê um duelo equilibrado no Horto.

- Será um jogo difícil, complicado, uma equipe que vai se defender muito o tempo todo, então, temos que ter muita paciência para tocar a bola de um lado para outro. É natural que a gente erre mais que eles porque vamos ficar mais tempo com a bola, então, é ter essa paciência, encorar os espaços e trabalhar alternativas de jogo, principalmente ofensivas, para tentar surpreendê-los - comentou o camisa 6, que crê que o Galo está preparado para o jogo.

- Agora, é o primeiro jogo em casa nesta Libertadores. Conquistamos um empate fora de casa e, não tendo feito uma grande atuação, o ponto fora de casa é sempre importante. Agora, dentro de casa, temos que conquistar essa vitória. A equipe se preparou muito bem para isso, para fazer um grande jogo. Temos estudado bastante o adversário e a expectativa é a melhor ´possível, de fazer um grande jogo. É com esse intuito que vamos entrar em campo na quinta-feira - completou Santos.

Aos seus olhos, a temporada entrou em um momento de decisões para o alvinegro, o que tira a possibilidade do time errar. Após o confronto na Libertadores, o time de Roger Machado encara no próximo domingo à tarde o URT, pela ida das semifinais do Campeonato Mineiro.

Apesar do time de Patos de Minas ser o mandante, o duelo será no Mineirão. Isso porque o estádio do URT foi vetado pela FMF e a Veterana decidiu vender o mando para arrecadar mais.

- A gente sabe que, agora, não tem margem mais para erro. São decisões atrás de decisões. Sabemos que pontuar em casa é importantíssimo, fazer os três pontos, depois virão as semifinais do Mineiro. Então, é na base da conversa, no treino, com intensidade o tempo todo. O Roger nos cobra bastante isso e, sem dúvida, se fizermos uma boa preparação no treinamento, a gente vai fazer um grande jogo - finalizou.









E MAIS: