Fábio Cortez lamenta vaias do torcedor no empate do Vasco em São Januário: ‘Tristeza sem tamanho’

·2 min de leitura


Sob muita cobrança do torcedor, o Vasco empatou com o Londrina por 2 a 2 em São Januário, pela 37ª rodada da Série B. O Cruz-Maltino saiu atrás do placar, mas soube se impor na segunda etapa e arrancou o empate no final da partida. Em coletiva após o confronto, o técnico Fábio Cortez lamentou as constantes vaias dos vascaínos presentes no estádio.

> Simule os jogos e veja a classificação da Série B

- É uma tristeza sem tamanho, porque o torcedor está no direito dele de cobrar, não tem problema nenhum. Fizemos um ano difícil e triste, mas se for analisar, os jogadores, na maioria dos jogos, tivemos algumas coisas complicadas: bolas desviando em jogador, um erro crucial, um erro técnico. Mas se falar de coletivo nesses últimos dois jogos, mostramos muito empenho, unidade e vontade de um proteger o outro sabendo que o momento não é fácil. Então, até aproveito para agradecer aos jogadores que mesmo debaixo de uma manifestação que eu jamais vi, aliás vi uma vez só. Mas hoje, ser vaiado no aquecimento, não ter a oportunidade de mostrar que estão virando a chave, que estão querendo defender o deles, é muito triste. Agora é continuar tendo mais um jogo, tentar de novo honrar a camisa do Vasco e esperar o próximo ano para reorganizar e tenho certeza que o Vasco vai voltar para o lugar onde ele não merece sair - disse o treinador do Cruz-Maltino.

Sem objetivo neste final de ano, o Vasco já começou a preparação para a próxima temporada na Série B. O técnico Fábio Cortez optou pelo experiente Romulo no meio-campo da equipe, que não fez uma boa atuação. O treinador comentou sobre a escolha do meia.

> Leandro Castan e Morato são alvos mais intensos da torcida do Vasco em nova noite hostil em São Januário

- Em relação a começar com jogadores mais experientes, a questão é que já sabíamos da insatisfação da torcida, sabemos que o momento é complicado e precisávamos no meio-campo de um jogador para dar um suporte e que não liga para uma vaia e xingamento. E a torcida veio já no aquecimento xingando. O Pec, no segundo tempo, nem entrou e já estava sendo xingado. Então resolvemos mesclar para dar oportunidade aos jovens. No segundo tempo, um jogo mais aberto, colocando os jovens eu sabia que teríamos um desempenho melhor do que no início do jogo.

O próximo compromisso do Vasco é no domingo, às 16h, pela última rodada da Série B. O Cruz-Maltino visita o Londrina para encerrar a temporada. A partida, portanto, é importante para a equipe da casa, que está na briga contra o rebaixamento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos