Sevilla vê possível reunião entre AFA e Sampaoli como "falta de respeito"

Sevilla, 12 abr (EFE).- Em meio a rumores sobre o interesse da Associação do Futebol Argentino (AFA) em Jorge Sampaoli para o comando da seleção do país, o Sevilla informou nesta quarta-feira que consideraria "inaceitável e uma falta de respeito" qualquer reunião entre a entidade e o atual técnico do clube.

O Sevilla explica que o comunicado oficial foi divulgado "perante as informações aparecidas em diferentes meios de comunicação locais e internacionais em relação ao possível interesse da AFA de contratar Jorge Sampaoli, que tem contrato em vigor com o clube até 30 de junho de 2018".

O clube afirma que "diante das declarações atribuídas ao presidente da AFA, Claudio Tapia, sobre a intenção de ter uma reunião na Espanha com o treinador nos próximos dias", o Sevilla formulou seu protesto formal.

"Caso tais informações estejam corretas, o Sevilla consideraria uma falta de respeito, ao mesmo tempo que inaceitável, qualquer reunião ou contato para que o treinador proceda à ruptura contratual com este clube e, portanto, não hesitará em fazer valer seus direitos", diz o clube em comunicado. EFE