Fàbregas abre mão de quatro meses de salário para ajudar funcionários do Monaco


Na luta contra o coronavírus, o meia espanhol Cesc Fàbregas, do Monaco, abriu mão de quatro meses do seu salário para que o clube possa utilizar o dinheiro para pagar funcionários do clube do principado. O Monaco também negocia com o restante dos jogadores uma redução salarial.

Enquanto o acordo entre clube e jogadores é selado, o atleta decidiu renunciar seus vencimentos por conta própria. Fàbregas também já sinalizou que está disposto em reduzir seu salário em até 30%.

Não é a primeira vez que o campeão mundial em 2010 ajuda a quem precisa durante a pandemia. Recentemente, o jogador custeou a hospedagens de alguns idosos de Barcelona em um hotel para que pudessem ficar em isolamento.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também