A uma vitória das oitavas, Atlético-PR recebe San Lorenzo pela Libertadores

São Paulo, 2 mai (EFE).- Muito mais que defender a liderança do grupo 4 da Taça Libertadores, o Atlético-PR receberá o San Lorenzo nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, com a missão de vencer para se garantir nas oitavas de final do torneio com uma rodada de antecedência.

Com sete pontos, o Furacão precisa apenas de mais três para se classificar, sem depender de nenhum outro resultado. A equipe argentina ocupa a lanterna, com quatro pontos, e precisa derrotar o time brasileiro para se manter viva no grupo.

No outro confronto do dia, Flamengo, com seis pontos, e Universidad Católica, com cinco, se enfrentam no Maracanã, mas sem chances matemáticas de se classificarem nesta rodada.

O Atlético-PR chega à partida após uma dura derrota em casa por 3 a 0 para o Coritiba no domingo, pelo jogo de ida da final do Campeonato Paranaense. A segunda partida será disputada no próximo domingo.

A equipe contará na quarta-feira com os retornos do zagueiro Thiago Heleno e do meia argentino Lucho González, que tinham sido poupados no campeonato estadual para se recuperarem de lesões leves.

A outra mudança em relação à equipe que foi a campo no clássico contra o Coritiba será a escalação de Eduardo da Silva no ataque no lugar de Grafite, enquanto o atacante Pablo, já recuperado de uma lesão, deverá ficar no banco de reservas.

O San Lorenzo vem de vitória por 1 a 0 sobre o Gimnasia y Esgrima, em partida pela 22ª rodada do Campeonato Argentino. Com o resultado, a equipe chegou à quinta posição, a oito pontos do líder Boca Juniors.

O técnico Diego Aguirre não relacionou para a partida contra o Furacão o meia Leandro Romagnoli, mas incluiu Ezequiel Cerutti, que deve ocupar o lugar de Rubén Botta, enquanto o lateral esquerdo Paulo Díaz e o meia Néstor Ortigoza serão mantidos como titulares.


Prováveis escalações:.

Atlético-PR: Weverton; Zé Ivaldo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González e Nikão; Felipe Gedoz e Eduardo da Silva. Técnico: Paulo Autuori.

San Lorenzo: Navarro; Díaz, Angeleri, Caruzzo e Rojas; Mussis, Cerutti (Botta), Ortigoza e Belluschi; Merlini e Blandi. Técnico: Diego Aguirre.

Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia), auxiliado pelos compatriotas Alexánder Guzmán e Cristian De La Cruz.

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba. EFE