Expulsões da Libertadores desfalcam São Paulo na Sul-Americana

Após vencer o Linense por 2 a 0 no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista, o São Paulo volta seu foco para a Copa Sul-Americana. Na quarta-feira, às 19h15, o Tricolor vai até a cidade de Lanús (ARG) para estrear diante do Defensa y Justicia e terá um problema herdado da última temporada para resolver.

Maicon, Lugano e Wesley estão suspensos de competições da Conmebol e não poderão ser utilizados pelo técnico Rogério Ceni em La Fortaleza, estádio do Lanús que será usado pela modesta equipe de Florencio Varela. O primeiro ainda perderá o confronto de volta, marcado para o dia 11 de maio no Morumbi, já que cumpre gancho de três partidas.

A suspensão de Maicon foi causada por ter empurrado a cabeça de Borja, hoje no Palmeiras, na primeira semifinal contra o Atlético Nacional (COL) pela Copa Libertadores da América de 2016. Já Lugano e Wesley foram expulsos por reclamação no duelo de volta, em Medellín, depois do gol de pênalti que deu a vitória por 2 a 1 aos colombianos, que seriam campeões.

Além do trio, Sidão (lombalgia), Bruno (entorse no tornozelo direito), Cueva, Lucas Fernandes e Edimar (todos com lesões na coxa esquerda), estão fora de combate para encarar o Defensa y Justicia. Lucão deve ser o parceiro de Rodrigo Caio na zaga.





E MAIS: