Expulsão contra o Guarani pode render punição a Pedrinho no STJD

·1 minuto de leitura


Oito rodadas depois, o Vitória pode ter de lidar mais uma vez com a ausência do lateral-esquerdo Pedrinho em função da expulsão diante do Guarani no dia 28 de maio. O jogo, válido ainda pela estreia da equipe na Série B do Brasileirão, terminou 1 a 1 no Brinco de Ouro, em Campinas.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Isso porque o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) irá analisar o caso onde o jogador, aos 44 minutos do segundo tempo, levantou demais o pé e acertou o peito de Matheus Souza quando a bola estava em disputa próxima a linha do meio de campo.

No lance decidido únicamente em campo, já que não há o recurso do Árbitro de Vídeo na segunda divisão, a arbitragem alagoana de Rafael Carlos Salgueiro de Lima considerou como passível de cartão vermelho direto.

Pedrinho foi acusado de ter violado o Artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva onde consta a infração de "praticar jogada violenta". A pena prevista para a violação desse artigo pode variar de um até seis jogos.

Como o julgamento da 1ª Comissão Disciplinar do STJD foi marcado para a próxima segunda-feira (12), o técnico Ramon Menezes terá Pedrinho à sua disposição pensando no duelo de sábado (10) onde a equipe visita em Aracaju o Confiança.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos