Executivo da base do Fortaleza, sobre a Copinha: 'Oportunidade de expor nossos ativos'

Patrick Nunes em jogo do Leão contra o Juventus, na Copinha (Gero Rodrigues/Fortaleza EC)


Nesta sexta-feira (13), às 15h (de Brasília), no Estádio Conde Rodolfo Crespi, o Fortaleza enfrenta o XV de Piracicaba pela segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Após um início difícil no torneio, com derrota de 1 a 0 para o Remo e empate sem gols com o São Caetano, o Leão do Pici se recuperou e venceu o Juventus-SP, por 2 a 1, para garantir a vaga no mata-mata.

Agnello Gonçalves, Executivo das Categorias de Base do Fortaleza, trata sobre a participação do clube na competição onde, apesar dos perigos iminentes, a ideia é fazer com que o Tricolor seja capaz de impor a sua filosofia de jogo.

>Acompanhe a movimentação do mercado da bola do LANCE

- Sabemos que a Copa São Paulo é uma competição muito traiçoeira e de tiro curto, onde a data de estreia e a final do campeonato ocorrem em um espaço de menos de um mês, mas o Fortaleza está focado em poder proporcionar um bom jogo em todas as partidas - avaliou Agnello.

O dirigente atentou para o fato de que a Copinha significa a estreia do treinador Leandro Zago na equipe bem como a oportunidade de "expor ativos" pertencentes ao Fortaleza visando tanto a chance de ascensão ao profissional como o lucro financeiro imediato em possíveis oportunidades de negócio:

- Essa é a primeira competição em que o técnico Leandro Zago está à frente da equipe. Embora o tempo de preparação tenha sido curto, temos confiança de que os atletas apresentarão uma postura em campo de acordo com o que a comissão técnica vem desenvolvendo na sequência dos treinos. É uma oportunidade de expor nossos ativos e, assim, poder obter o retorno para fins esportivos e financeiros.

Para valorizar a base e pensar nas joias da instituição, o Fortaleza fechou parceria com a Rede do Futebol. A plataforma, que identifica créditos relacionados ao Mecanismo de Solidariedade da FIFA, propicia ao clube a quantia máxima relativa ao processo de formação dos garotos. Além disso, a companhia conta com mais de 400 mil jogadores cadastrados além de otimizar a busca e o acompanhamento dos atletas.