Exclusivo: Marinho revela Fla como primeira opção, agradece Renato Gaúcho e aposta no Cruzeiro na briga pelo Brasileirão

Marinho é sem dúvida um personagem irreverente, com a sua espontaneidade e bom futebol conquistou o coração dos torcedores brasileiros. 2016 foi sem dúvida um grande ano para o jogador. Um dos destaques do Brasileirão e viu seu nome ligado a vários clubes no final da temporada. Entre eles o Flamengo, que mesmo chegando firme na tentativa de contratar o atacante, não teve sucesso na negociação. Apesar disso, Marinho afirma que caso saísse do Vitória para outro time no Brasil seria o Rubro-Negro carioca.

"Qual jogador não gostaria de atuar no Flamengo? Fui procurado por diversos clubes antes do acerto no Changchun Yatai e agradeço a todos eles por isso. Realmente se fosse para sair do Vitória a primeira opção seria o Flamengo. O futuro deixo nas mãos de Deus. Penso no presente e ele está aqui na China, onde quero fazer um grande trabalho".

Com 43 jogos e 21 gols, Marinho foi pela fundamental na campanha que garantiu a permanência do Vitória na série A do Campeonato Brasileiro, olhando para a última temporada ele não esconde que foi um dos grandes momentos de sua carreira. 

Edilson Marinho Vitória Grêmio Brasileiro 09 11 2016


(Foto: Divulgação / Vitória)

"Sem dúvida foi um dos grandes momentos da minha carreira. Foi um ano muito especial em todos os sentidos e tenho que agradecer ao Vitória e ao seu torcedor por tudo que vivi em 2016. Tive uma temporada muito intensa, terminando com a permanência do clube na Série A".

Agora, o atacante defende as cores do Changchun Yatai, numa transferência classificada como irrecusável pelo próprio atacante. Depois de uma longa pré-temporada, o jogador já disputou duas partidas pelo time chinês e mesmo ainda sem ter balançado as redes, Marinho se diz bem adaptado ao novo país.

"Minha adaptação está sendo muito rápida. Não tive problemas. O elenco e a diretoria me receberam muito bem, me deixaram à vontade, e isso ajudou. Ainda estamos bem no início da temporada, mas estou gostando bastante de tudo. É tudo novo e estou procurando evoluir a cada treino, a cada jogo, para fazer outro grande ano".

Abaixo, confira o restante da entrevista exclusiva com Marinho:

Goal: A gente pode ver o Paulinho e o Renato Augusto, dois jogadores que atuam na China brilhando na Seleção, o Gil que também vem ganhando oportunidades, isso dá esperança de que o Tite olhe cada vez mais para o Campeonato aí?

Marinho: Todo jogador pensa em vestir a camisa da seleção brasileira e comigo não é diferente. Tenho esse sonho, mas procuro não ficar pensando nisso. Se tiver que acontecer, será naturalmente. A seleção vive um momento muito bom e isso me deixa feliz como torcedor.

Neymar e Marinho


(Foto: Armando Paiva / AGIF)

Goal: Você deu um verdadeiro show no Maracanã ao lado do Neymar no jogo das estrelas, como foi jogar com o Ney e por que se entenderam tão bem em campo?

Marinho: Foi um dia inesquecível para mim, uma linda festa. Atuar ao lado de jogadores deste nível é gratificante. Acredito que pela característica que tenho, facilitou o entrosamento. Neymar é um gênio do nosso futebol, assim como Zico, que é uma inspiração para todos os jogadores.

Goal: Você passou por clubes como Fluminense e Internacional mas não conseguiu muito destaque. O que faltou para alcançar o brilho nessas duas equipes?

Marinho: Subi para os profissionais no Fluminense e tive muitas oportunidades com Renato Gaúcho. Ele me ajudou muito neste início. Sou muito grato por isso. Mesmo com atletas de alto nível como Dodô, Leandro Amaral e Washington, vivi um bom momento no Fluminense. Depois desta passagem pelo Fluminense, segui para o Internacional, que tinha uma equipe já montada e isso dificultou para que eu tivesse uma sequência. Isso é normal, acontece no futebol e não tem culpados. Foi um prazer grande vestir a camisa desses dois clubes. 

Goal: Hoje o Cruzeiro, time que você conhece muito bem, está bem forte com Mano Menezes e jogadores de qualidade como Rafael Sóbis, Thiago Neves, De Arrascaeta entre outros. Acha que o Cruzeiro vai brigar pelo Brasileirão?

Marinho: O Cruzeiro é um grande clube e tem elenco para brigar pelo título do Brasileirão. Vai ser uma disputa muito boa neste ano, equilibrada e com ótimas equipes. Ficarei acompanhando daqui da China e torcendo pra que seja um grande campeonato. 

Marinho Cruzeiro


(Foto: Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro)

Goal: O que espera da tua carreira hoje?

Marinho: Hoje estou muito focado em fazer um grande ano aqui no Changchun Yatai. Estou feliz com essa oportunidade de atuar no futebol chinês e vivendo uma expectativa muito grande para 2017. Não tem faltado empenho e dedicação da minha parte para que isso seja possível. Vou fazer de tudo para ajudar nossa equipe nesta temporada.