Exclusivo: Barcelona desmente que tenha contratado joia do Grêmio

Depois de ficar duas temporadas sem poder contratar por irregularidades em transferências de menores de idade, o Barcelona se vê envolvido em uma nova polêmica por causa de um jovem talento, mas desta vez, parece ter aprendido a lição.

GOAL

LEIA MAIS:
Eles ainda desafiam o impossível | Confira a coluna do Pazini | A estranha reviravolta do Leicester

GOAL

Nos últimos dias, vários veículos brasileiros noticiaram que o Barça teria contratado Manu, jovem de 10 anos, que está nas categorias de base do Grêmio e é visto como uma das grandes joias do futebol tupiniquim para o futuro. O talentoso canhoto foi liberado pelo Tricolor para conhecer a estrutura do Barcelona e treinar no clube, que lhe fez um convite para viajar à Catalunha com a família.

No entanto, segundo veículos brasileiros e o Grêmio, o Barça, interessado em Manu, teria aliciado o garoto, que estaria se mudando para Barcelona e iria jogar pelos Blaugranas. A família do jovem também iria morar na Espanha e o pai da promessa já teria inclusive um emprego garantido.

Lionel Messi, Barcelona

(Foto: Getty Images)

O Barcelona, porém, desmentiu as informações. Fontes internas do clube, em entrevista à Goal Espanha, afirmaram que o Barça não contratou Manu e sequer tem interesse no jovem, até porque as regras da Fifa não permitem e os Blaugranas querem evitar uma nova punição como ocorreu há dois anos.

Ainda segundo as fontes blaugranas, Manu só viajou para Barcelona e conheceu La Masia porque Mazinho, pai de Thiago e Rafinha Alcântara, pediu ao Barça que o garoto treinasse uns dias no clube para provar seu nível com jogadores europeus de sua idade. De acordo com as fontes, o Barcelona pediu permissão ao Grêmio e manteve contato com o clube brasileiro o tempo inteiro.

O vice-presidente jurídico do Grêmio, Nestor Hein, afirmou ao SporTV que "o Grêmio não quer e nem pode negociar o jogador, e que o clube o autorizou a visitar as instalações do Barcelona, treinar e ter uma experiência internacional. Não autorizou que o jogador fosse aliciado para se mudar para Barcelona cinco dias depois". O Barça, por sua vez, se defende, e assegura que Manu "não está treinando no clube e sequer sabe onde o garoto está".