Exames não apontam nova lesão, mas Rodrigo Caio, do Flamengo, segue os trabalhos de recuperação

LANCE!
·1 minuto de leitura


Convivendo com uma série de problemas físicos desde a última temporada, o zagueiro Rodrigo Caio voltou a sentir um desconforto no adutor da coxa direita, o mesmo da lesão anterior, no jogo contra a Portuguesa, no último sábado, e, nesta manhã, o atleta realizou exame, que detectou "uma grande fibrose no local, sem lesão". Ainda de acordo com o comunicado do clube, o camisa 3 seguirá com os trabalhos de recuperação e fortalecimento no Ninho do Urubu.

Após atuar a reta final do Brasileirão, em fevereiro, "no sacrifício" e ter a lesão na coxa direita agravada, Rodrigo Caio voltou a atuar pelo Flamengo em abril. Atuou por 60 minutos contra o Madureira, no dia 5, disputou a Supercopa do Brasil contra o Palmeiras, no dia 11, e contra a Portuguesa, no dia 17, saiu no intervalo. O Flamengo não informou prazo para a recuperação do atleta.

Confira a publicação do clube a respeito da situação de Rodrigo Caio.

"No jogo contra a Portuguesa, Rodrigo Caio sentiu um desconforto no adutor da coxa direita, o mesmo da lesão anterior, e foi substituído.

Na manhã desta sexta-feira (23.04), o atleta realizou exame com o radiologista Alexandre Galeno, acompanhado pelo médico do clube, Dr. Márcio Tannure. Foi detectada uma grande fibrose no local, sem lesão.

O atleta segue os trabalhos de recuperação e fortalecimento no CT."