Ex-Santos, Jesualdo Ferreira precisa cortar dois jogadores por conta de uso de drogas no Egito

Jesualdo Ferreira precisou cortar dois atletas sob efeito de drogas antes de jogo (Foto: Ivan Storti/Santos FC)


Ex-treinador do Santos, Jesualdo Ferreira viveu uma situação incomum no Zamalek, do Egito. Antes do confronto contra o El Dakhleya, o comandante português precisou cortar dois jogadores que estavam suspeitos sob efeito de maconha. Em declarações à Zamalek TV, Mortada Mansour, presidente do clube, irá punir os atletas.

- Ahmed Fetouh e o Abdallah Gomaa entraram em campo sob a influência de maconha. Desrespeitaram o clube. Quando souberam que havia testes de drogas antes do jogo, decidiram não jogar. Disse-lhes que, quando o resultados fossem conhecidos, eles iriam embora. O [Jesualdo] Ferreira teve de trocar o onze inicial por causa deles.

Na mesma declaração, Mansour afirmou que iria abandonar o Campeonato Egípcio, onde o Zamalek é vice-líder da competição, disse que iria impor uma multa de 20% no salário de todos os jogadores da equipe, além de suspender os jogadores suspeitos de uso de drogas e os colocar na lista de transferência.

Aos 76 anos, Jesualdo Ferreira assumiu compromisso com o Zamalek em março de 2022 e tem contrato até junho deste ano. Neste momento, o futuro da equipe e do experiente treinador é uma incógnita após as fortes declarações do presidente do clube egípcio.