Ex-São Paulo e Arsenal, Denilson volta aos gramados após um ano e oito meses: 'Gratificante'

LANCE!
·2 minuto de leitura


O volante Denilson, ex-São Paulo e Arsenal, voltou a jogar após um ano e oito meses longe dos gramados. O experiente jogador, que estava sem clube, chegou ao seu segundo jogo com a camisa do Sliema Wanderers, de Malta, e comemorou a nova fase da carreira.

Cabe salientar que o atleta não atuava desde o dia 15 de fevereiro de 2019, quando defendia o Botafogo-SP no Campeonato Paulista. Após deixar o time de Ribeirão Preto, em abril do ano passado, Denilson continuou mantendo a forma com um preparador físico durante o período em que ficou sem clube.

- Voltar a jogar depois de tanto tempo foi muito gratificante. Só posso realmente agradecer primeiramente a Deus e depois a minha família que sempre esteve comigo. Além dos profissionais que fizeram um trabalho legal comigo para manter a forma, sendo bastante profissional, para conseguir retornar. Claro que ainda não estou 100% pelo tempo parado, estou sem ritmo. Jogo a jogo vou pegando aos poucos. O mais feliz é voltar e não sentir nada. Estou me sentindo bem. Graças a Deus as coisas estão caminhando. Agora é só melhora daqui para frente - projetou o atleta.


É a primeira vez que Denilson atua no futebol de Malta. O Sliema Wanderers está atualmente na segunda posição do Campeonato Maltês com 16 pontos, tendo a mesma pontuação do líder Hibernians, mas perdendo nos critérios de desempate.

- A Liga Malta tem entre seis e sete times com condições de ganhar o campeonato. Começamos muito bem. Perdemos um jogo, mas ganhamos cinco jogos. Temos que continuar assim nessa pegada. Desde 2004 que o time não ganha a competição e nesta temporada o presidente está investindo para voltar a ganhar e colocar o time para disputar a Liga Europa. Isso é muito bom e interessante para todo mundo - destacou.

Aos 32 anos, Denilson não faz projeções sobre uma possível aposentadoria. Com 206 jogos pelo São Paulo e 156 no Arsenal, o foco dele no momento é readquirir ritmo e ser campeão da Liga Malta.

- O meu objetivo é fazer bastante número de jogos sem sentir nada e ser campeão. Não é fácil, mas o time tem condições e tem qualidade para isso. Vamos buscar sim o título aqui. Fechei uma temporada de contrato e essa temporada depois de um tempo parado, quero sentir a alegria novamente de ser campeão. Isso acontecendo todo mundo vai se premiar pela ótima temporada que estamos fazendo já. E pessoalmente vai ser melhor ainda pelo tempo parado. Projeto ainda anos e anos de futebol na ativa. É a coisa que mais amo fazer, me sinto muito bem quando estou trabalhando. Não tem sentimento maior do que esse ano - finalizou.