Ex-River Plate garante se sentir responsável pelo rebaixamento do clube

Futebol Latino
LANCE!


Apesar de hoje ser visto como um fato de poder transformador na realidade do River Plate onde, a partir dali, o clube se reestruturou e rumou novamente ao caminho de grandes conquistas, o rebaixamento do clube em 2011 foi um golpe pesado para o Millonario.

E, mesmo sem ser uma das escolhas na época do técnico Juan José López, o meia argentino Diego Buonanotte relatou em entrevista dada a versão argentina da Fox Sports que se sente responsável pela queda a segunda divisão nacional.

No período das partidas de playoff contra o Belgrano, o meia já estava negociado com o Málaga, mas seguiu por empréstimo no clube de Buenos Aires. Contudo, como pontuou o próprio Buonanotte, parecia que o treinador da equipe na época (Juan José López) não o tinha como opção válida para a equipe.

- Foi esquisito, nunca houve uma briga, nunca faltei com o respeito com ele, nem uma discussão. De fato, várias vezes escrevi para (Matías, ex-companheiro e hoje técnico do San Jose Earthquakes) Almeyda e dizia: "Quero voltar a estar com vocês desde que eu possa ajudar". E ele dizia sempre o mesmo: "JJ não quer que esteja" - declarou o jogador atualmente ligado a Universidad Católica.

O Enano ainda contou de maneira bastante melancólica como acompanhou a fatídica partida onde, no empate por 1 a 1 em 26 de junho no Monumental de Núñez, o clube teve seu rebaixamento sacramentado.

- Como não vou me responsabilizar pelo descenso? Mais ainda, com a sensação de não poder fazer nada. Eu estava batizando a minha filha no povoado e, enquanto comíamos, tínhamos uma televisão porque o River estava jogando contra o Belgrano. E essa foi a sensação que ficou, de não poder fazer nada - lamentou Buonanotte.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também