Ex-Real Madrid, Casillas opina sobre Zidane, Sergio Ramos, Mourinho e Buffon

Desde 2015 no Porto, Iker Casillas, tricampeão da Champions League com o Real Madrid, falou sobre o treinador do seu ex-clube, que conquistou a UCL em sua primeira temporada no comando dos merengues e também aproveitou para opinar sobre Sergio Ramos, Florentino Pérez. Além disso, revelou desejo de reencontrar Buffon nos gramados.

"Espero que eu possa encontrar novamente Buffon em um campo de futebol. A última vez que nos encontramos ele me perguntou como eu estava, o que eu faria com meu futuro... Nós conversamos um pouco de tudo. Fiquei feliz por encontrá-lo, ele me disse que enquanto eu puder continuar a jogar, ele vai continuar", disse Casillas ao Marca.

Casillas, Buffon

(Foto: Getty Images)

VEJA TAMBÉM:
Sampaoli quer Messi | G. Jesus abandona muletas | Malcom segue de olho no Timão

Confira outros pontos da entrevista do ex-camisa 1 do Real Madrid:

Sergio Ramos como capitão do Real Madrid

"Sergio Ramos é o melhor capitão para me substituir. É agora a referência de Real Madrid porque nos últimos anos sempre decide. É um jogador muito importante, vital para as Champions League. E ainda assim ele continua a ser criticado. Mas a culpa recai sobre ele quando ele coloca as expecativas lá em cima. A verdade é que ele é uma referência para todos".

O sucesso de Zidane

"O sucesso imediato é medido pelo que você conqusita no final da temporada. É claro que se você não conseguir um título, a análise vai mudar. Mas é verdade que Zidane chegou muito bem a um vestiário que ele conhecia bem e as pessoas o queriam lá dentro. já estava no estágio de assistente de Mourinho, depois com Ancelotti, e isso era uma vantagem que ele teve, é claro que eu estou feliz por ele".

2017-03-08 Zidane Real Madrid

(Foto: Getty Images)

Problemas com José Mourinho

"Eu entendo que existem pessoas que tenham rancor de mim pelo meu problema com Mourinho, mas no final, tentei só fazer meu trabalho e não focar no que aconteceu. Fiz o meu melhor pelo clube".

Aprendizado com Luis Aragonés

"Luis Aragonés foi o treinador que me fez amadurecer. No nível pessoal, quem me fez crescer foi Luis Aragonés. Com 25 anos, perguntou se eu queria ser capitão e me ajudou bastante a amadurecer. E, é claro, me deu confiança . Toshack me colocou na estreia, Del Bosque, em seguida, me deu um monte de continuidade, e isso é importante".