Ex-presidente do Santos é preso em operação da Polícia Civil

Orlando Rollo atua como investigador da Polícia Civil de São Paulo desde 2002 (Foto: Reprodução/TV Tribuna)


O ex-presidente do Santos, Orlando Rollo, foi preso na manhã desta sexta-feira, em Santos, no litoral de São Paulo. O ex-dirigente foi detido em uma operação contra o tráfico de drogas e crimes contra administração pública, realizada pela Polícia Civil e pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco). A informação foi divulgada inicialmente pelo g1.

Ao todo, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão e seis ordens de prisão. Dentre eles, quatro eram policiais civis, incluindo Orlando Rollo, que atua como investigador desde 2002. Dessa forma, o ex-presidente do Peixe foi levado para a Corregedoria da Polícia Civil, em Santos.

+ Rueda fala em situação controlada e quer time aguerrido em 2023

De acordo com informações da Gaeco, a investigação tramita em segredo de Justiça, ou seja, não serão passados mais detalhes do caso ou identidade dos investigados.

Orlando Rollo é sócio do Santos desde 1993 e foi conselheiro do clube por sete mandatos, entre 1999 e 2014 e de 2017 a 2020. Em 2017, ele foi eleito como vice na chapa de José Carlos Peres e substituiu o presidente, que sofreu impeachment, nos últimos três meses de mandato, em 2020. Em janeiro de 2021, o atual presidente Andrés Rueda assumiu a função.