Ex-presidente da Inter: "Se Lautaro sair, quero Messi ou Dybala"

Goal.com

De um lado, Lautaro Martínez é o grande alvo do Barcelona para a próxima janela de transferências. De outro, Messi é o grande sonho da Inter de Milão há muitos anos. E para Massimo Moratti, ex-presidente do clube de Milão, a jóia argentina só sairia se Messi pudesse chegar. Mas como o camisa 10 do Barça é um sonho praticamente impossível, Moratti escolheu um outro argentino como plano B.

"Se Messi chegar, ótimo", disse em entrevista à Gazzetta dello Sport. "Se for impossível assinar com Leo, então eu prefiro que Dybala chegue para o lugar de Toro (Lautaro)".

O camisa 10 da Inter de Milão se tornou um dos principais alvos do Barcelona. O clube catalão vê o atacante de 22 anos como o substituto ideal para Luis Suárez, principalmente após suas boas atuações ao lado de Messi no ataque da seleção da Argentina. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Apesar disso, ainda não é certo que o Barcelona tenha condições financeiras de trazer Lautaro Martínez. Principalmente após a crise causada pelo novo coronavírus, que também torna mais difícil o retorno de Neymar à Catalunha neste momento.

Mas além das preocupações financeiras, a grande questão em meio à pandemia é garantir a saúde de todos. E no futebol não é diferente. Até por isso, algumas ligas preferiram dar as competições como encerradas. Esse foi o caso da Ligue 1, que decretou o PSG como campeão

A partir disso, muitos torcedores da Juventus se mostraram contrários a ganhar o título da Serie A dessa maneira, preferindo ganhá-lo dentro de campo. Então, alguns torcedores foram às redes sociais para lembrar do escândalo de Calciopoli, em 2006, quando alguns clubes, como a Juve e o Milan, se envolveram em um esquema de manipulação de resultados, o que fez com que a Inter terminasse campeã daquela temporada. 

Mas para Moratti, essa é uma situação totalmente diferente e o título do Scudetto fica em segundo plano neste momento, o mais importante é a segurança de todos.

"Há uma pequena diferença. Naquela época, foi por trapaça. Este é um vírus que paralisou o mundo inteiro”, opinou o ex-dirigente de 74 anos. “É melhor se preparar para a próxima temporada. O Scudetto não é uma prioridade no momento”, completou.

Mas enquanto as entidades trabalham para garantir o retorno da Serie A, algumas ligas estão mais perto de voltar. Na Alemanha, a Bundesliga já tem data certa para a bola voltar a rolar. Na Espanha, os clubes de La Liga estão realizando testes nos jogadores para poder preparar um retorno assim que possível.

Leia também