Ex-presidente do Barça solta o verbo sobre saída de Figo: 'Foi um traidor'


Joan Gaspart, ex-presidente do Barcelona entre 2000 e 2003, revelou os bastidores da saída de Figo, principal jogador dos culés na época, para o Real Madrid. A saída do português se deu logo no início do ex-mandatário. Em entrevista ao "El Español", o dirigente revela mágoas daquele período e diz que o meio-campista foi um traidor.

- Na noite que fui eleito presidente do Barcelona, Figo foi para o Real Madrid. Foi uma jogada suja, noturna e assustadora do meu bom amigo Florentino Pérez. Figo foi um traidor. Na noite, Figo me chamou e disse: “Juan, tenho dois bilhetes. Um que vá para Madri e outro para Barcelona. Meu agente firmou um documento com o Real Madrid. Se eu não for, deve pagar 500 milhões de pesetas (moeda espanhola, na época)”. Foi uma jogada sensacional de Florentino Pérez.

Gaspart afirma que assumiu o compromisso de que o Barça iria bancar o valor para a permanência do jogador na Catalunha, mas que não poderia dar uma garantia no momento por conta do horário. A operação deixou os culés com uma boa quantidade de dinheiro que foi investida em Overmars. A aposta não deu certo e o ex-presidente assume os erros em sua gestão.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também