Ex-lutador do UFC é preso acusado de exploração sexual infantil

Abel Trujillo em evento do UFC em 2016 (Mike Roach/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
Abel Trujillo em evento do UFC em 2016 (Mike Roach/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

O ex-lutador do UFC Abel Trujillo foi preso após ser acusado de exploração sexual infantil e obscenidade criminosa. A detenção do peso-leve (70 kg) foi feita em 24 de maio, em Broward County, na Flórida, depois de um mandado de prisão ter sido expedido no estado do Colorado, onde o atleta agora está encarcerado.

De acordo com o site da emissora canadense ‘TSN’, que revelou o caso nesta terça-feira (16), foi arbitrada uma fiança de 10 mil dólares – o equivalente a R$ 37,7 mil –, que ainda não foi paga. Nesta quinta-feira, ele prestará depoimento ao tribunal de Douglas County, no Colorado. Em 2007 e 2009, Abel foi condenado por violência doméstica.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Veja outras notícias de MMA

Naquele estado, o crime de exploração sexual infantil é descrito como “ter posse, produzir ou distribuir material sexualmente explícito envolvendo uma criança menor de 18 anos”. Trujillo, de acordo com documentos obtidos pela emissora, teria sido acusado de ter a posse de material de pornografia infantil. Quanto à acusação de obscenidade, a definição do crime fala em “promoção por atacado da obscenidade”.

Se Trujillo for condenado pelas duas acusações, ele pode ser preso por até 1 ano e meio e pagar uma multa de até 100 mil dólares – o equivalente a R$ 377 mil. No Brasil, há um crime análogo do qual Abel é suspeito. É o Artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente, que pune com até oito anos de reclusão aquele que “produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente”.

A última luta de MMA de Trujillo foi em dezembro de 2017, quando perdeu para John Makdessi por decisão unânime. Ele estava com um confronto marcado para o Battlefield FC 2, em Macau, no dia 27 deste mês contra o também ex-UFC Will Brooks. Seu substituto será Gleison Tibau.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes

Leia também