Ex-jogador da NFL, Glenn Foster morre sob custódia policial após briga na cadeia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • New Orleans Saints
    New Orleans Saints
    Ao VivoHojeAmanhãx--|


Preso por dirigir duas vezes acima do limite de velocidade, o ex-jogador da NFL Glenn Foster Jr. foi morto na cadeia após, de acordo com as autoridades do Alabama, se envolver em uma briga com outro prisioneiro. O atleta formado no New Orleans Saints aguardava a realização de testes psiquiátricos a mando do juiz que analisava acusação de direção imprudente, o qual alegou que Foster 'não era mentalmente estável e era um perigo para si mesmo e para os outros' para determinar sua detenção.

Segundo registros do tribunal obtidos pela 'The Associated Press', Glenn Foster chegou a lutar algemado contra agentes da justiça norte-americana. Após a confusão durante o julgamento, o atleta, como informou o 'Washington Post', se envolveu em uma briga com outro preso na cadeia antes de ser levado ao centro médico. O caso ocorreu na última segunda-feira, mas a real causa da morte do ex-jogador não foi esclarecida.

+ Veja a posição do seu time no Brasileirão!

Familiares explicaram que Foster foi diagnosticado com problemas mentais, e acusam as autoridades por uma suposta demora no atendimento ao esportista.

+ Bob Faria é desligado do Grupo Globo! Confira essa e outras notícias Fora de Campo!

- Não posso ter meu filho de volta, mas queremos que o responsável por isso pague - disse Sabrina Foster, mãe da vítima, à ESPN.

- Nós queremos justiça pelo nosso filho. Isso é injusto. Não é certo - completou o pai do ex-jogador.

Nascido em Chicago, jogou duas temporadas, em 2013 e 2014, pelo New Orleans Saints.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos