Ex-jogador da NBA, Shawn Bradley fica paraplégico após grave acidente

·1 minuto de leitura
Shawn Bradley (à dir.), do Dallas Mavericks, tenta roubar a bola de Vlade Divac do Sacramento Kings durante um jogo do playoff de 2003

O americano Shawn Bradley, um dos jogadores mais altos da história da NBA, anunciou na quarta-feira que sofre de paraplegia depois de ter sido atropelado por um carro enquanto andava de bicicleta em janeiro passado.

Bradley, de 2,29 metros de altura, estava a uma quadra de sua casa em St. George (Utah) quando sua bicicleta foi atropelada por um carro, segundo o ex-jogador em nota divulgada pelo Dallas Mavericks, seu ex-time.

"O acidente causou uma lesão traumática na medula espinhal e o deixou paralisado", disse o texto.

Bradley, de 48 anos, foi submetido a uma cirurgia no pescoço e "passou as últimas oito semanas no hospital e na reabilitação", disse ele.

Escolhido com o número dois no Draft de 1993 pelo Philadelphia 76ers, Bradley passou praticamente toda a sua carreira no Dallas Mavericks até sua aposentadoria na temporada 2004/2005.

Antes de ingressar na NBA, o pivô foi um missionário na Austrália para uma igreja Mórmon durante dois anos.

"Seu forte senso de fé está sendo posto à prova enquanto ele participa de uma fisioterapia extenuante e aprende a lidar com o desafio da paraplegia", disse o comunicado.

"Os médicos avisaram a ele que esse caminho para a recuperação será longo e árduo, talvez um desafio físico ainda mais difícil do que jogar basquete profissional", acrescentou.

O proprietário do Dallas Mavericks, Mark Cuban, e o presidente esportivo, Donnie Nelson, lamentaram o acidente e expressaram seu total apoio ao ex-jogador.

"Ele sempre fará parte da família Mavs", enfatizou Cuban. "Desejamos a ele o melhor em sua recuperação".

Ao longo de sua carreira na NBA, Bradley disputou 832 jogos com médias de 8,1 pontos, 6,3 rebotes e 2,5 bloqueios.

gbv/ma/aam