Ex-jogador da França detona goleiro da Argentina por provocações na Copa: 'Estupidez'

Goleiro argentino é conhecido por 'catimbar' na hora dos pênaltis (Foto: Odd ANDERSEN / AFP)


O agora ex-goleiro e capitão da seleção da França, Hugo Lloris voltou a falar sobre a final da última Copa do Mundo, vencida pela Argentina diante dos próprios franceses. O mesmo que nesta segunda-feira, anunciou sua aposentadoria da equipe nacional, criticou duramente o comportamento do goleiro argentino Emiliano Martinez, referindo-se como estupidez, aos jogos mentais e provocações que o arqueiro fizera para desestabilizar os rivais.

- Tem coisas que eu não sei fazer. Fazer besteira no gol, desestabilizar o adversário jogando no limite, não sei como fazer. Sou muito racional, muito honesto para entrar nessa área. Não sei ganhar assim, mesmo que também não quisesse perder assim - disse Lloris, em entrevista ao L'Equipe".

+ Veja as notícias do mercado no vaivém do L!

Ainda sobre Dibu Martinez, Lloris falou sobre seu primeiro reencontro com o argentino no dia 1 de janeiro e fizeram um cumprimento distante. O francês preferiu ser formal, como se nada tivesse acontecido.

- É preciso saudar a vitória da Argentina e dizer que foi decisiva. Depois, na comemoração, ele foi bastante julgado, então não preciso acrescentar nada . Durante a própria sessão de penalidades, ele usou tudo o que pôde para desestabilizar.

Lloris também falou sobre o reencontro com ,o companheiro de Tottenham e adversário na final, Cristian Romero. O goleiro disse que falou com o defensor argentino após a final e sobre a decisão, mas assegurou que os dois têm uma ótima relação e que isto prevaleceu.

- Explicamos o que aconteceu e continuamos. Ele é um menino que eu gosto muito, é meu vizinho, aliás, e desde que ele chegou passamos muito tempo juntos. Mas nós conversamos sobre isso, sim.

Lloris se aposenta da seleção francesa sendo o recordista de jogos com a camisa dos Bleus, tendo disputado 145 jogos pelo selecionado azul.