Ex-Inter, Eduardo Coudet é apresentado oficialmente no RC Celta

LANCE!
·3 minuto de leitura


Depois de demitir o técnico espanhol Oscar Garcia, após o empate por 1-1 com o Elche CF, fora de casa, no primeiro final de semana do mês de novembro, o RC Celta apresentou seu mais novo comandante: o velho conhecido do futebol brasileiro - principalmente o gaúcho -, o argentino Eduardo Coudet. Que chega com um grande trabalho no SC Internacional na bagagem, depois de deixar a equipe colorada na liderança do Campeonato Brasileiro e viva nos mata-matas de Copa do Brasil e Copa Libertadores.

Depois de treinar equipes como Rosario Central, Tijuana, Racing de Avellaneda e o já citado Internacional, Coudet está de volta ao clube que já foi sua casa em 2002/2003. Sua apresentação pelo foi feita no domingo (15), e sua estreia está marcada para esse final de semana, em duelo válido pela 10ª rodada da LaLiga Santander, contra ninguém menos que o Sevilla FC.

- Acho que é um belo desafio, o passado no futebol não conta. Se aceitei o convite para trabalhar no RC Celta é porque acho que há material para fazer as coisas correrem bem - disse.

A única coisa que me vem à cabeça é trabalhar, tentar passar uma ideia, demonstrar uma boa equipe em campo, que seja solidária, tentar jogar da melhor maneira. Gosto de equipes físicas, que correm, que disputam cada bola como se fosse a última. Essa é a ideia que venho tentando transmitir desde que comecei como treinador - acrescentou o novo treinador do RC Celta, clube que não vence desde a segunda rodada nacional, quando bateu o Valencia CF por 2-1.

De volta ao seu antigo clube, por onde atuou em 2002/2003, justamente no período mais vitorioso da história do RC Celta - que, nesse meio tempo, ficou conhecido como "Eurocelta", contando com diversos jogadores argentinos -, Coudet terá a difícil missão de tirar o clube da parte baixa da tabela na LaLiga Santander. Sem vencer há sete rodadas, com quatro derrotas e três empates, os célticos ocupam a 17ª colocação, com um ponto a mais que Levante UD, Real Valladolid e SD Huesca, as três equipes dentro da zona de rebaixamento.

- É um bom plantel que vamos trabalhar, e tentaremos passar a ideia o mais rápido possível. A metodologia e as ideias que podem surgir com uma mudança de treinador são diferentes, nem melhores nem piores, mas diferentes. Quando me convidam para um novo desafio, gosto mais de olhar as virtudes do que as lacunas. Acho que temos bons jogadores e boas condições. Volto à ideia principal: poder transmitir uma forma de jogar e sentir o futebol. Espero que isso possa ser visto o mais rápido possível. Mas leva tempo. Espero que os resultados estejam conosco desde o início porque isso ajuda e tranquiliza muito. Certamente com trabalho e a nova rotina, encontraremos a melhor fórmula.

O próximo desafio de Coudet no RC Celta já tem data marcada: sábado, 21 de novembro, às 14h30 (de Brasília), quando visita a equipe do Sevilla FC - nada menos que o atual campeão da Liga Europa -, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán.