Ex-Grêmio e Inter, Anderson é denunciado por suspeita de ligação em esquema que desviou R$ 35 mi

·2 minuto de leitura


Com passagens em clubes como Grêmio, Internacional e Manchester United, o ex-jogador Anderson é suspeito de envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro que desviou cerca de R$ 35 milhões. Denunciado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), Anderson responderá pelos crimes de furto qualificado, organização criminosa e lavagem de bens, direitos ou valores. As informações são do portal ‘ge’.

+ Veja a posição do seu time no Brasileirão

A 17ª Vara Criminal do Foro Central de Porto Alegre acatou na última quarta-feira a denúncia do MP-RS e iniciou o processo contra o ex-jogador e outras sete pessoas. A ação apura o esquema que desviou R$ 35 milhões de uma grande indústria e da Bolsa de Valores.

A investigação avalia que o grupo desviou R$ 30 milhões da conta bancária de uma indústria por meio de 11 transferências eletrônicas. O capital teria sido destinado a seis empresas localizadas em quatro estados. Os outros R$ 5 milhões foram desviados de uma empresa relacionada com a Bolsa de Valores. A suspeita é que os criminosos usaram criptomoedas adquiridas no Brasil e exterior para lavar parte do dinheiro.

Diante da denúncia protocolada no último dia 12, Anderson alega ser inocente. Ao 'ge', o ex-Grêmio e Internacional afirmou que investe em criptomoedas desde 2019, confirmou a venda de bitcoins para um dos suspeitos, mas negou ter conhecimento sobre a origem ilegal do dinheiro.

– Não fomos intimados, é difícil falar agora. Existe uma investigação, disso o Anderson tem conhecimento. Mas isso o Anderson vai provar que ele foi vítima, não partícipe. É a posição dele – disse Julio Cezar Coitinho Junior, advogado de Anderson, ao 'ge'.

A casa de Anderson foi alvo de operações de busca e apreensão do MP em junho do ano passado. Um computador foi apreendido para análise.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos