Ex-Flamengo, Gabriel Batista celebra bom início em Portugal: 'Acostumado com pressão'


Adaptado em Portugal e com a família ao lado, Gabriel Batista, ex-goleiro do Flamengo, vem se destacando com a camisa do Santa Clara. Em entrevista ao LANCE!, o jovem contou sobre sua experiência e o bom momento que vive desde que deixou o Rio de Janeiro com destino a Europa.

ACOSTUMADO COM A PRESSÃO
Após iniciar a temporada no banco de reservas, o atleta ganhou a vaga de titular da equipe dos Açores em jogo contra o Sporting no início de outubro. Em seis jogos no novo clube, o jogador também já encarou o Porto, mas minimizou a pressão por conta de sua experiência na equipe do Ninho do Urubu.

> Veja a tabela do Campeonato Português

- Não senti que me colocaram em uma fria. Como todos sabem, sou formado no Flamengo e lá é sempre pressão, em qualquer jogo. Então a gente já cresce acostumado com esses momentos decisivos e de pressão. Tenho 24 anos, mas acredito que tenho maturidade para passar por esses momentos.

Nesse período, Gabriel Batista já encarou grandes atacantes, como Taremi, que marcou dois gols na Inglaterra na Copa do Mundo, Evanílson e Pedro Gonçalves, terceiro maior artilheiro do Campeonato Português. E nenhum dos artilheiros balançou as redes do brasileiro.

- Eu já enfrentei o Evanílson várias vezes, fomos adversários na base. O mais importante, o que me dá a sensação de dever cumprido, é ter feito uma boa exibição para ajudar minha equipe. Não fico muito preso a nomes. O meu maior foco é ajudar o Santa Clara.

Gabriel Batista - Santa Clara
Gabriel Batista - Santa Clara

Gabriel Batista já encarou Sporting e Porto (Foto: @oloureiropedro)

SONHO E FUTURO
​Nos últimos anos, o Santa Clara tem servido como um trampolim para alguns jogadores que se destacam no modesto clube de Portugal e conseguem uma transferência positiva, como foram os casos de Morita, atualmente no Sporting, e Lincoln, contratado na última janela pelo Fenerbahçe. No entanto, Batista está focado no presente.

- Tenho contrato até 2025 e a opção de renovação por mais dois anos. Estou focado no presente, pois acredito que o futuro será consequência do que eu fizer agora. Meu foco é no Santa Clara, é ajudar a equipe a pontuar para nos livrarmos de qualquer risco e buscar uma Conference League ou Liga Europa.

Nesse momento, o atleta está curtindo sua primeira experiência longe do Brasil, o que classifica como um sonho. Além disso, o goleiro revelou ter conversado com Lincoln antes de aceitar a proposta do Santa Clara.

- Antes de vir para cá, eu mandei uma mensagem para o Lincoln. Fomos colegas na Seleção sub-17 e queria saber mais sobre o clube. Eu sempre disse que meu sonho era jogar na Europa. Espero poder contribuir ao máximo com o Santa Clara, que foi o clube que me abriu as portas e vem me ajudando a crescer.

AJUDA DE DIEGO ALVES
Fã dos goleiros da Seleção Brasileira, atuais e do passado, mas também Neuer, Oblak e Ter Stegen, Gabriel Batista revelou que sua maior inspiração é Júlio César. No período em que atuou no Flamengo, o atleta teve muito contato com Diego Alves, que brilhou na Europa e foi peça chave nos últimos anos da equipe rubro-negra.

- O Diego Alves é uma pessoa que me ajudou muito lá dentro, na parte de treinamento e na parte técnica também, me fez evoluir. Tentei absorver o máximo dele. Eu só tenho a agradecer. O Diego é um dos maiores (da história) do Flamengo e eu tive a honra de trabalhar ao lado dele.

Buscando uma nova fase na sua carreira, Batista vem se destacando por conta própria. No curto período como titular, o brasileiro já foi até eleito melhor jogador em campo após garantir o empate do Santa Clara com o Chaves por 0 a 0. Assim, o jogador de São Gonçalo vai conquistando seu espaço na Europa.