Ex-base do Fla se recupera de lesão e se destaca com a camisa do Benfica B

Daniel atuou nas categorias de base do Flamengo (Foto: Divulgação)
Daniel atuou nas categorias de base do Flamengo (Foto: Divulgação)


A equipe B do Benfica não faz uma grande campanha na Liga Pro, a Segunda Divisão do futebol português. No entanto, um jogador brasileiro dos Encarnados vem fazendo o seu papel e apresentando ótimos números: o atacante Daniel, de 23 anos.

Recentemente recuperado de uma operação no ligamento cruzado anterior do joelho direito, o jogador marcou seis gols nos últimos nove jogos da equipe portuguesa. Entre os principais duelos onde balançou as redes estão os confrontos diante dos ingleses do Newcastle e Blackburn pela Premier League Sub-23.

– Atualmente estou vivendo um momento muito bom na minha carreira. Posso afirmar esse período sem atuar devido a cirurgia foi um dos momentos mais difíceis da minha carreira. Mas foi um período em que cresci muito, principalmente mentalmente. Foi um ciclo de muito trabalho , dedicação e foco que foram muito importantes para o momento que estou vivendo hoje - afirmou.

Antes de ir para a Europa, Daniel se destacou nas bases do Figueirense e do Flamengo. No Rubro-Negro carioca, inclusive, teve grande desempenho na equipe que tinha jogadores como Matheus Savio e Jean. Lucas. No título da Taça Otávio Pinto Guimarães de 2016, fez gols nos dois jogos da decisão diante do Vasco. Além disso, possui grande amizade com Richarlyson, atualmente no Everton (ING), por terem iniciado a carreira no mesmo local: Nova Venécia.

– Jogamos dois anos juntos em uma competição chamada A GAZETINHA, em Nova Venécia - ES no ano 2011 e 2012. Foi nesse tempo que nos conhecemos e viramos amigos, jogávamos juntos no ataque. E depois disso cada um foi para o seu lado, mas mantemos o contato ainda. Torço muito por ele e que ele possa conseguir ainda mais sucesso na sua carreira - declarou.

Daniel tem contrato com o Benfica até julho de 2022. Mesmo assim, clubes da Série A e B do Brasil já fizeram consultas aos representantes do jogador (a empresa Youfirst do Brasil, que conta com os agentes e ex-jogadores Guilherme Siqueira, Sávio, além de Marcos Marinho). Vale lembrar que o Flamengo ainda detém 20% dos direitos do atacante, e pode lucrar em caso de uma venda futura.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também