Ex-F1, Doornbos coloca Verstappen como "Messi do esporte a motor"

Redação GP
Grande Prêmio

Antes de Max Verstappen surgir na Fórmula 1, a categoria teve poucos pilotos holandeses, e o único deles a também correr na Red Bull foi Robert Doornbos, que fez três corridas pelo time austríaco em 2006.

Hoje, Doornbos trabalha como analista de F1 para a emissora holandesa Ziggo Sports, e tratou de rasgar elogios para o compatriota, o comparando com o jogador de futebol Lionel Messi, eleito seis vezes como o melhor do mundo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Max Verstappen é o Messi do esporte a motor. Uma vez na década surge um talento como Max. Alguém que faz o que ele faz na idade que tem é único", disse Doornbos.

Verstappen exibe com orgulho o emblema da Honda (Foto: Reprodução)


Verstappen foi terceiro colocado no campeonato de 2019, com três vitórias. Para 2020, a promessa é que Max brigue pelo título, mas o analista avisou que ele só terá condições caso a Red Bull equilibre as coisas com Ferrari e Mercedes.

"Se você acha que algo é impossível, Max faz. Ele provou que pode ir além do seu material, mas se a potência não estiver ali comparada com Ferrari e Mercedes, será difícil", completou.

A temporada da Fórmula 1 tem início no dia 15 de março com o GP da Austrália, que será realizado no circuito de Albert Park, em Melbourne.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também