Ex-F1 e Indy, Zanardi deixa hospital um ano e meio após acidente

·2 min de leitura
Zanardi foi uma das estrelas dos jogos Rio 2016. Foto: Mauro Ujetto/NurPhoto via Getty Images
Zanardi foi uma das estrelas dos jogos Rio 2016. Foto: Mauro Ujetto/NurPhoto via Getty Images

Pode anotar mais uma história de superação na vida do ex-piloto da Fórmula 1 Alessandro Zanardi. O italiano deixou o hospital onde estava internado há um ano e meio desde que sofreu grave acidente, em junho do ano passado, na região de Siena, na Itália.

Zanardi que virou um grande nome do paraciclismo, perdeu o controle da sua handbike e acabou se chocando contra um caminhão que subia no outro sentido da pista, sofrendo politraumatismo e tendo que passar por diversos procedimentos cirúrgicos.

Leia também:

Em entrevista para o site da BMW, marca que o ex-piloto é embaixador, a esposa Daniela Zanardi falou do momento do ex-piloto.

"Um passo importante foi que Alex conseguiu deixar o hospital há algumas semanas e está de volta para casa conosco agora. Tivemos que esperar muito por isso e estamos muito felizes por ter sido possível agora, mesmo que ainda haja estadias temporárias em clínicas especiais planejadas para o futuro como parte da reabilitação", contou.

"Depois de tanto tempo no hospital, é importante para ele estar de volta com sua família e em seu ambiente familiar. Você também deve considerar que, devido à situação do coronavírus, Alex teve apenas pessoas com máscaras faciais e equipamentos de proteção ao seu redor por um ano e meio", afirmou.

Daniela também disse que as restrições por conta da pandemia fizeram com que Zanardi recebesse visitas somente dela, do filho do casal e da mãe do ex-piloto durante a internação. Agora em casa, ele vai seguindo a reabilitação que começou no hospital.

"Em relação à condição física, há muitos avanços. O Alex tem cada vez mais força nos braços, que aumentou muito. No hospital, ele ficava muito tempo deitado. Agora, Alex passa a maior parte do dia na cadeira de rodas conosco. Ele apenas descansa um pouco à tarde depois do almoço", explicou Daniela, deixando claro que a recuperação ainda vai seguir em casa.

"Ainda não podemos prever como a recuperação dele irá se desenvolver. Ainda é um longo e desafiador caminho que Alex enfrenta com muito espírito de luta. Receber tanto apoio neste caminho, não só dos médicos e terapeutas que trabalham intensamente com ele, é uma grande ajuda para ele e para nós. Nossos amigos estão sempre lá para nós."

Zanardi foi bicampeão da Indy e depois foi para a Fórmula 1 onde ficou por cinco temporadas, sendo a última delas em 1999, defendendo a Williams.

Quando retornou para a categoria americana, em 2001, sofreu um gravíssimo acidente no circuito oval de Lausitz, na Alemanha, e teve as duas pernas amputadas.

Foi ai que ele partiu para o paraciclismo onde seguiu seu histórico vencedor, conquistando três medalhas paralímpicas nos Jogos de 2012, em Londres, e três em 2016, no Rio de Janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos