Ex de Edmundo relata ameaça de morte durante gravidez e abandono parental: 'O rejeitou publicamente'

·1 minuto de leitura

Cristiane Mortágua, ex de Edmundo e mãe de Alexandre Mortágua, filho mais velho do futebolista, revelou fortes depoimentos sobre a vida antes e depois do nascimento do filho com o ex-jogador. Em uma rede social, ela conta que foi ameaçada de morte quando estava grávida de Alexandre, e detalha consequências do abandono parental de Edmundo.

- Fui abusada, com sutileza, dentro de casa, poderia ter tido o fim da Eliza Samudio (ex do goleiro Bruno, que foi morta em 2010) pois um 'peixe' tomou as dores do genitor e me ameaçou de morte ainda barriguda, não é Sr. Pedro? Não acredito e tenho quase certeza que o pai da criança não daria um comando desse, ele, por incrível que pareça, tem bom coração, só não pode mexer no bolso dele - disse Cristina, sobre Edmundo.

Leia também:

No texto, ela desabafa sobre a rejeição de Edmundo ter ido a público. Cristina afirma que "a mídia não teve a misericórdia de preservar uma grávida e uma criança na barriga".

- Quanta culpa eu carreguei tendo que educar um filho sozinha. Normal para muitas mulheres, mas para uma mulher que teve um filho de um ídolo do futebol que o rejeitou publicamente... E a mídia não teve a misericórdia de preservar uma grávida e uma criança na barriga. Não existe dor maior. Eu acordava e ia dormir para encher aquele menino de amor, pois eu não tive nenhum na infância - completou.

Recentemente, Edmundo e Alexandre Mortágua fizeram as pazes. Foram quase dez anos sem falar. Na pandemia, o filho do ex-jogador precisou vender potes de geleia para se sustentar. Em abril, no aniversário de Edmundo, os dois voltaram a comemorar após anos separados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos