Ex-Corinthians vira herói após ‘mágica’ no departamento médico do Arsenal

Mauricio Andrade
·3 minuto de leitura
Fisioterapeuta Bruno Mazziotti ajuda Paulinho durante a Copa do Mundo de 2018. Foto: Buda Mendes/Getty Images
Fisioterapeuta Bruno Mazziotti ajuda Paulinho durante a Copa do Mundo de 2018. Foto: Buda Mendes/Getty Images

Londres (ING)

O torcedor do Arsenal foi surpreendido na última quinta-feira, quando Mikel Arteta revelou que cinco jogadores estariam recuperados de suas lesões e disponíveis para o duelo contra o Villarreal, válido pela ida da semifinal da Liga Europa. A inesperada declaração do treinador logo repercutiu positivamente pelas redes sociais, criando um novo herói no Emirates Stadium: o fisioterapeuta brasileiro Bruno Mazziotti.

"Todos estão disponíveis. Todos eles, incluindo Aubameyang, Lacazette e Tierney. Estão todos disponíveis para o jogo", revelou Arteta um dia antes do confronto.

Leia também:

Além dos três citados, David Luiz, com uma lesão no joelho direito, e Martin Odegaard, com um problema no tornozelo direito, também eram dúvidas, mas foram para o jogo - o brasileiro ficou no banco de reservas, enquanto o norueguês foi titular.

Não demorou muito para os torcedores dos Gunners lotarem as redes sociais com mensagens sobre os retornos após a entrevista coletiva, relacionando as 'surpresas' principalmente ao trabalho feito pelo brasileiro, fisioterapeuta contratado pelo clube no ano passado.

"Tierney, Lacazette, Aubameyang, Odegaard e David Luiz com chance de jogarem na quinta-feira. Coloquem uma estátua de Bruno Mazziotti do lado de fora do Emirates!", clamou um dos torcedores.

"Bruno Mazziotti provavelmente é a nossa melhor contratação no último século", escreveu outro usuário. "Ele fez [acontecer] de novo” e “Obrigado, mágico", foram algumas das mensagens nas redes sociais, junto com uma foto do brasileiro com o uniforme do Arsenal.

Dos cinco jogadores, a recuperação mais surpreendente foi a de Kieran Tierney, que rompeu o ligamento do joelho esquerdo no começo do mês e estava descartado para o restante da temporada.

Aubameyang e Lacazette são importantes para o Arsenal. Foto: Stuart MacFarlane/Arsenal FC via Getty Images
Aubameyang e Lacazette são importantes para o Arsenal. Foto: Stuart MacFarlane/Arsenal FC via Getty Images

'MILAGRES' NO CORINTHIANS, SELEÇÃO E PSG

Bruno Mazziotti foi contratado pelo Arsenal no meio de 2020 após grandes trabalhos no Corinthians, Seleção Brasileira e Paris Saint-Germain - foi nos dois primeiros que ele estreitou relações com Edu Gaspar, diretor no clube e na equipe nacional na época, e que hoje atua como principal homem do futebol dos Gunners.

No Corinthians, Bruno trabalhou diretamente com Ronaldo Fenômeno, que havia ficado praticamente um ano inteiro lesionado no Milan com um problema no joelho, além de ser o homem por trás da recuperação de Alexandre Pato, que ficou marcado negativamente pelos problemas físicos, mas que viu essa página ser virada após passar pelas mãos 'mágicas' do fisioterapeuta.

Seguindo Tite e Edu, Mazziotti ainda fez parte da equipe médica da Seleção Brasileira, onde teve como prioridade o tratamento intenso com Neymar para a disputa da Copa de 2018 - o brasileiro havia fraturado o quinto metatarso alguns meses antes da disputa na Rússia.

Seu trabalho foi internacionalmente reconhecido, recebendo, assim, um convite para trabalhar no Paris Saint-Germain. Além de continuar acompanhando a principal estrela do clube francês, Bruno recebeu a missão de cuidar do retorno de Daniel Alves, que havia ficado fora da Copa por uma lesão no joelho direito - após quatro meses o lateral estava de volta aos treinos.