Ex-Corinthians e Flamengo revela estádio mais difícil de jogar no Brasil: 'Parece que você vai morrer'

·1 min de leitura


O volante Cristian Baroni falou, em entrevista ao podcast 'PodPah', sobre as dificuldades de jogar contra o Vasco em São Januário. De acordo com o atleta, o estádio carioca tem um acesso complicado e foi o "pior lugar" onde já jogou. Baroni, que teve passagens pelo Corinthians, Flamengo e Athletico Paranaense, também ressaltou que o ambiente era hostil independentemente da camisa que vestia.

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

- Todo lugar que a gente vai jogar sempre acontece isso. Tacar pedra, ter que abaixar. Quando você vai jogar contra o Vasco então... Nossa senhora... não dá, irmão. Favela de um lado, favela do outro, e o estádio bem no meio. Qualquer clube que você vai. Corinthians, Flamengo, Athletico Paranaense, qualquer clube. Para você entrar ali é um parto, irmão - contou o volante.

- Balançam o ônibus, parece que você vai morrer. Já falam: ‘fecha a cortina’. Aí nego fica quietinho. Cada pedrada, irmão. Desespero. Favela do c.. para você entrar. E para você sair? Não sai sem passar na favela. Não tem como São Januário. Então, ali, foi o lugar pior que eu já fui jogar. Para chegar e para sair demora - completou Cristian Baroni.

+ Veja: Mauro Cezar critica arbitragem e mais notícias do Fora de Campo!

Vestindo a camisa do Corinthians, Cristian conquistou o Brasileirão de 2015, além da Série B de 2008 e da Copa do Brasil e do Paulistão de 2009. No Flamengo, o volante fazia parte do elenco campeão carioca em 2008. O atleta também estava emprestado ao Grêmio na conquista da Libertadores de 2017 e além de ser bicampeão do Campeonato Turco e da Copa da Turquia pelo Fenerbace.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos