Ex-campeão do UFC questiona Cejudo como o melhor da história: “Tem que me vencer”

Ex-campeão do UFC questiona Cejudo como o melhor da história: “Tem que me vencer”
Ex-campeão do UFC questiona Cejudo como o melhor da história: “Tem que me vencer”

Henry Cejudo conta com uma nova ameaça ao seu reinado no UFC, e das grandes. Ex-campeão peso-galo (61 kg) – e apontado por muitos como o melhor da história na categoria -, Dominick Cruz está disposto a reconquistar seu domínio de outrora no Ultimate. Após três anos afastado dos octógonos devido à uma série de lesões, o americano voltou com um alvo bem definido: ‘The Messenger’, campeão olímpico e atual detentor do título de sua divisão de peso.

Em suas entrevistas, Cejudo se auto intitula o maior atleta da história dentro dos esportes de combate. No entanto, de acordo com Cruz, não é assim que as coisas funcionam. Em participação no canal ‘Below The Belt’, o ex-campeão do UFC ressaltou que, para ser considerado o melhor peso-galo de todos os tempos, o especialista em wrestling teria que vencê-lo em um confronto direto.

“Bem, estou numa situação parecida com a do Nate Diaz. Você tem o Henry Cejudo me desafiando, por que eu iria querer lutar com outra pessoa? Ele é o detentor do cinturão, é campeão olímpico, e acha que é o campeão dos moscas e galos. Ele é o cara a ser batido. Ele quer se proclamar como o melhor de todos os tempos, mas (para isso) você tem que me vencer, irmão. É claro e simples assim”, afirmou Cruz, antes de garantir que está 100% para voltar à ação.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Vamos fazer isso, estou bem aqui. Finalmente estou saudável. Nós dois estamos vindo de lesões no ombro, ambos somos do Arizona, os dois do mesmo time nacional de wrestling. Conheço o estilo dele, sei tudo sobre ele. Suas origens, como ele cresceu”, completou o americano.

Apesar do desafio, é pouco provável que Dominick tenha seu desejo atendido de imediato, já que Cejudo está com as atenções voltadas para outro ex-campeão do Ultimate no momento: José Aldo. De acordo com Cruz, ‘The Messenger’ deve dar prioridade para o duelo com o brasileiro pois, segundo ele, é o caminho mais fácil para o medalhista olímpico não sair de sua zona de conforto no momento.

“Realisticamente, lutar comigo faz de você o melhor da divisão, se você conseguir me vencer. Mas acho que você sabe a verdade, e é por isso que quer o Aldo, que perdeu para o Moraes – que você já venceu. Isso te dá um certo conforto que você não teria comigo voltando de um hiato de três anos, mas em forma no passado e dono de um estilo não convencional. Mas do jeito vejo as coisas, nós dois saindo de uma cirurgia no ombro faz com que essa seja ainda mais a luta justa a se fazer”, analisou o peso-galo.

Apesar de ainda não ter oficializado seu retorno ao UFC, Cruz destacou que pretende voltar à ação no primeiro semestre de 2020, caso tudo ocorra como previsto.

Leia também