Ex-campeão faz comentário homofóbico após vitória no UFC San Antonio

AgFight
Ex-campeão faz comentário homofóbico após vitória no UFC San Antonio
Ex-campeão faz comentário homofóbico após vitória no UFC San Antonio

Andrei Arlovski ficou no centro de uma polêmica ao usar linguagem homofóbica na sua entrevista pós-luta durante o UFC San Antonio, no último sábado (20). O ex-campeão dos pesos-pesados do evento venceu Ben Rothwell por decisão unânime e extravasou de maneira infeliz, enquanto estava muito emocionado.

Com lágrimas nos olhos, o bielorrusso comentou o fato de ter interrompido uma sequência de quatro derrotas. O veterano, que tem sido muito ativo no octógono, havia perdido consecutivamente para Tai Tuivasa, Shamil Abdurakhimov, Walt Harris (em resultado posteriormente alterado para ‘no contest’) e Augusto Sakai. Conhecido por ter sofrido muitos nocautes em um determinado ponto da carreira, ‘Pitbull’ não é derrotado por esta via há nove lutas — o que gerou seu criticado desabafo.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Novamente, eu vou falar a todos: calem a p**** da boca de vocês sobre meu ‘queixo de vidro’. Vão se f****, v*****”, afirmou, usando um xingamento homofóbico. “É isso. Provei a todos que vocês estão errados”, completou.

Posteriormente, em um comunicado enviado ao site ‘MMA Junkie’, Arlovski pediu perdão pela declaração infeliz. O ex-campeão dos pesos-pesados prometeu não repetir o uso de linguagem agressiva a minorias.

“Peço desculpas a todos que ofendi com a minha escolha ruim de palavras. Não pretendia ofender nenhum grupo ou pessoa. Lamento profundamente e não vou mais usar este tipo de palavras no futuro”, disse, em nota.

Em contato com o site ‘MMA Junkie’, a assessoria de comunicação do UFC desaprovou a declaração de Andrei e afirmou que conversou diretamente com a equipe do lutador sobre o ato. De acordo com o Ultimate, haverá uma fiscalização constante do que é dito pelos lutadores dentro e fora do octógono.

“O UFC está ciente das recentes declarações do peso-pesado Andrei Arlovski. A organização não tolera comentários depreciativos sobre raça, religião e/ou orientação sexual. Já abordamos a questão diretamente com Andrei e sua equipe. Esta é uma prioridade contínua da organização, e haverá monitoramento contínuo deste tipo de situações de agora em diante”, informou a liga.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes |


Leia também