Ex-BBB Gustavo só viu final do Mundial com Palmeiras dois meses depois e opina: 'Dava para ganhar'


Palmeirense roxo - ou alviverde, como se define - Gustavo Marsengo nunca escondeu sua paixão pelo Palmeiras durante os mais de 150 dias de confinamento na edição 22 do Big Brother Brasil. Entretanto, sorte no jogo, azar no amor. O curitibano demorou dois meses para descobrir o resultado da equipe na final do Mundial de Clubes contra o Chelsea. Nada, contudo, que o abale.


Em entrevista exclusiva ao LANCE!, Gustavo, um dos participantes mais carismáticos junto ao público da edição deste ano do reality show, enalteceu a atuação do Palmeiras em Abu Dhabi.

- Na hora em que saí da casa e recebi a notícia, vi que a derrota veio só na prorrogação, depois fui ver os melhores momentos, fiquei orgulhoso do desempenho do time. Fiquei triste não.

Gustavo deixou claro desde os seus primeiros instantes na casa pelo time que torcia. O mantra da torcida de 'avante Palestra' foi repetido por ele após cada prova ganha ou salvação em um paredão. Herança da família por parte do pai, hoje ele se diz mais fanático do que o mestre inspirador. Motivo pelo qual teve sonhos com o Verdão dentro da casa, como revela.

- A expectativa era imensa. Fui confinado dias antes da final, estava muito ansioso, com aquele desejo de ver o Palmeiras na final do Mundial. Confesso que sonhei muitas vezes com isso, que o título tinha sido ganho. Quando saí me avisaram dos títulos da Recopa (Sul-Americana, ganho em cima do Athletico), do Paulistão (diante do São Paulo), então já fiquei muito feliz pelos outros dois títulos. Mundial a gente tenta da próxima vez.

Contrariando a cartilha do palmeirismo característico, Gustavo enfatiza que se acha 'pé no chão'. Mas isso não o impede de pedir um reforcinho. Afinal ninguém é de ferro.

- Não tem o que falar. O Palmeiras vem ganhando muita coisa, faz anos. Então eu sou um torcedor muito pé no chão, não tem essa de que se não ganhar nada em um ano tem que demitir todo mundo. Sou fã do Abel Ferreira, quero ele na minha vida para sempre. Por mim não sai nunca mais do palmeiras. Do elenco atual só falta aquele (camisa) 9 de peso mesmo, acho que seria a grande contratação mesmo que ainda não veio.

Agora conhecido em todo o país, o ex-BBB revela um de seus maiores desejos: conhecer pessoalmente o ex-goleiro Marcos, eterno camisa 12 do Palestra.

- Para quem nasceu na década de 1990 acho que é impossível não eleger um outro ídolo se não São Marcos. Além de tudo o que ele fez pelo Palmeiras, ainda ganhou a Copa do Mundo pelo Brasil. Não vejo a hora de conhecer ele, tomar uma cervejinha com ele.

Gustavo BBB
Gustavo BBB

(Foto: Divulgação)

TABELA
>Confira a tabela e classificação do Brasileirão-22

>Confira a tabela e classificação da Libertadores-22

>Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos