Ex-Barcelona, Turan é condenado à prisão por disparar arma de fogo

Arda Turan foi condenado por posse ilegal de arma e disparo da mesma em 2018 (Foto: Ozan Kose/AFP)
Arda Turan foi condenado por posse ilegal de arma e disparo da mesma em 2018 (Foto: Ozan Kose/AFP)

Com passagens por Barcelona e Atlético de Madrid, o meia Arda Turan, do Basaksehir, foi condenado a dois anos e oito meses de prisão por disparar uma arma de fogo, posse ilegal de armas e lesões intencionais. Contudo, o tribunal adiou o veredito final, o que implica que o meia não será preso a não ser que cometa um crime em cinco anos.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

No ano passado, Arda Turan se envolveu em um confusão em uma boate em Istambul. Na ocasião, o meio-campista deu em cima de Özlem Ada Sahin, esposa do cantor Berkay Sahin, que acabou no hospital com o nariz quebrado após uma briga com Turan. Ainda naquela noite, o turco foi até o centro médico em questão e disparou sua arma, causando pânico.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também