Ex-atacante da Rússia: “É estranho ver um jogador negro na seleção russa”

Yahoo Esportes
Pavel Pogrebnyak em treino com a Seleção Russa (NATALIA KOLESNIKOVA/AFP/GettyImages)
Pavel Pogrebnyak em treino com a Seleção Russa (NATALIA KOLESNIKOVA/AFP/GettyImages)

O ex-atacante da Rússia Pavel Pogrebnyak está sendo investigado pela União Russa de Futebol (RFU) por uma declaração contra as convocações do brasileiro naturalizado Ari para a seleção local.

No último fim de semana, o jornal Komsomolskaya Pravda publicou uma entrevista com o atacante em que ele fala que “é estranho ver um jogador negro na seleção russa” e que é contra a naturalização de jogadores de futebol.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O jogador, que hoje atua pelo Ural, também criticou a convocação do lateral Mário Fernandes, por mais que ele seja “um ótimo jogador”. Ele ainda destaca que a seleção tem Igor Smolnikov na mesma posição.

Na entrevista, Pogrebnyak ainda diz que um de seus ex-companheiros de seleção, o atacante Roman Pavlyuchenko, também tem a mesma opinião sobre o assunto.

O presidente do Ural, Grigory Ivanov, disse que não acredita que o atacante tenha falado nada de errado.

De acordo com Alexander Baranov, chefe do comitê anti-discriminação da RFU, o comitê de ética da federação deveria cuidar do assunto. Ele pode ser punido com multa ou suspensão.

Ari chegou ao futebol russo em 2010 e recebeu sua cidadania em julho do ano passado, impedindo que ele fosse convocado para a Copa do Mundo. Ele não está na lista atual para confrontos válidos pelas eliminatórias da Eurocopa de 2020 por causa de uma lesão.

Leia mais:
– Quais clubes brasileiros querem e podem ter Pato
– Postura de Raí irrita torcida do São Paulo
– Palmeiras quer eliminar ‘pedra no sapato’ da Crefisa na eleição do COF

Leia também