Ex-astro da NBA, Patrick Ewing está hospitalizado com coronavírus

AFP
Patrick Ewing comandando sua equipe de Georgetown em um jogo em janeiro de 2020
Patrick Ewing comandando sua equipe de Georgetown em um jogo em janeiro de 2020

Patrick Ewing, um dos melhores pivôs da história da NBA, anunciou nesta sexta-feira que testou positivo para o novo coronavírus e que está no hospital.

"Quero compartilhar que testei positivo para a COVID-19. Esse vírus é grave e não deve ser subestimado. Quero dizer a todos que se mantenham seguros e cuidem de si e dos seus entes queridos", escreveu Ewing no seu Twitter.

O ex-pivô, nascido na Jamaica há 57 anos, compartilhou também um comunicado à equipe de basquete da Universidade de Georgetown, da qual é treinador desde 2017.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Vou ficar bem e todos sairemos dessa", disse Ewing no comunicado.

A Georgetown, situada em Washington, acrescentou no informe que Ewing "está sendo cuidado e se mantém isolado em um hospital local", e que é o único membro da sua equipe a testar positivo para o vírus.

Ewing jogou 15 temporadas com os Knicks, com passagens pelo Seattle Supersonics e Orlando Magic, e anunciou sua aposentadoria em 2002.

Com o uniforme da franquia nova-iorquina disputou duas finais da NBA, que perdeu para o Houston Rockets, em 1994, e para o San Antonio Spurs, em 1999.

Ewing tem medalhas de ouro olímpicas dos Jogos de Los Angeles, em 1984, e de Barcelona, em 1992, quando fez parte do famoso "Dream Team".

Leia também